Roteiro Puglia: Praias e Cidades históricas no sul da Itália; O que fazer pela região?

comentei aqui no blog um pouco sobre a Road Trip que fiz no verão de 2021 na Itália, atravessando o país de Milão à região da Puglia (Apúlia em português), nosso destino final para curtir uma semaninha dos dias quentes de julho no país. Mas hoje volto para contar de verdade como foi essa semana e o que fizemos por lá. Afinal, o roteiro é grande e foram várias praias, cidades históricas e muita coisa para fazer pela região localizada no sul da Itália. Então senta que lá vem história!

  • Combinado: caro voyajante, um recado, para não precisarmos toda hora dizer que Puglia e Apúlia (em português) se tratam do mesmo lugar, combinaremos que a partir de agora (com exceção dos títulos) trataremos a região por Puglia, que é o nome italiano. Tá bem? Então tá bem! =)

Apúlia ou Puglia: como chegar?

Antes de tudo, é preciso ver onde está localizada a Puglia no mapa da Itália. Mas é fácil de saber e imaginar. Estamos falando sobre o calcanhar da bota, ou seja, exatamente a última região ao sul da Itália, na parte direita do mapa, onde ficaria o calcanhar da bota e também o seu saltinho. Aqui ó:

Olhando assim, com o mapa ampliado, os pontos assinalados parecem longes um do outro. Mas não são. A Itália se compararmos ao Brasil, claro – é relativamente pequena. Então conseguimos cobrir as distâncias facilmente com carro. E aqui vai a primeira dica do como chegar:

Chegar à Puglia de Carro

Como disse ali em cima, foi uma road trip, então chegamos à região da Puglia de carro. Nós fizemos a viagem em dois dias, mas conheço quem faça em apenas um dia de viagem. Para você saber, de norte (Milão) a sul (Puglia), são aproximadamente 930 quilômetros pela estrada pedagiada. E isso dá mais ou menos umas nove horas de viagem (sem contar as paradas). Eu e o Bruno achamos puxado fazer em um dia só, então paramos em Ascoli Piceno (na região do Marche) para conhecer a cidadezinha e pernoitar.

Aconselharia, do fundo do meu cuore, você considerar – se couber no seu orçamento e planejamento – o aluguel de um carro (link afiliado). Digo isso porque, pela nossa experiência, andar pelas cidadezinhas e chegar às praias é muito mais fácil com o carro. Veja bem: sempre haverá o problema de estacionamento que há na Itália, mas o deslocamento interno será muito mais fácil.

Essa, como sempre, foi a nossa experiência. Você talvez até consiga se deslocar com ônibus e trem, mas tenho certeza que será uma experiência, no mínimo, mais lenta e menos flexível.

Chegar à Puglia de Avião

Outra possibilidade, que talvez seja a mais provável se você vem do Brasil, é chegar à região de avião. Nesse caso, muito provavelmente você chegará por Bari, que é a capital da Puglia – e que eu já adianto que não poderei dizer nada, porque foi uma das cidades que nós não passamos. Mas, de Bari, é fácil chegar às outras cidades. Outra opção é chegar de avião pelo Aeroporto do Salento, que é a região mais ao sul da Puglia (famosa pelas praias). Nesse caso, você descerá em Brindisi.

Chegar à Puglia de Trem

Uma pesquisa rápida no trem da Trenitalia me mostrou que temos também à opção de chegar à Puglia de trem. São várias estações em cidades como Taranto, Polignano a Mare, Ostuni, Monopoli, Bari e Lecce, por exemplo. Dito isso, acredito que seja uma boa opção ir à região de trem. Os trens na Itália funcionam relativamente bem e podem facilitar a sua chegada, considerando que, geralmente, as estações de trem são mais centrais que os aeroportos. No entanto, isso é apenas uma suposição, já que cheguei à região de carro.

Meu Roteiro pela Puglia (Road Trip)

Dia 1Saída de Milão – Saímos de Milão cedinho e pegamos a estrada pedagiada rumo ao sul do país. Pegamos bastante trânsito na estrada. Paramos somente para um café, almoçar e chegamos à Ascoli Piceno, na região do Marche, quase no fim da tarde. Pernoitamos por lá.

Dia 2Chegada em Lecce – Seguimos sentido sul do país e chegamos à região da Puglia perto da hora do almoço. Descemos direto para a região do Salento, a mais famosa e conhecida pelas suas praias e fomos para a nossa primeira parada: Lecce. Aqui seria o nosso primeiro pouso pelos próximos dias.

Dia 3 – Salento Costa Leste – nesse primeiro dia na região do Salento, saímos cedo de Lecce e fomos para a costa direita, conhecemos a Grotte della Poesia, depois seguimos para a Praia de Torre dell’Orso e fomos seguindo pelas praias ali no entorno. Almoçamos por ali e como estava com previsão de chuva, pulamos algumas paradas que estávamos planejando, e seguimos direto para Otranto, onde passeamos durante a tarde. Voltamos para Lecce no fim do dia e jantamos por ali em um restaurante que reservamos pelo The Fork (se for reservar pela primeira vez no aplicativo, usa o código 8258C6DC para se inscrever e você ganha 20 euros para usar no app).

Dia 4 – Salento Costa Oeste – Nesse dia seguimos para o outro lado do calcanhar da bota, passamos pela Praia de Ponta Prosciutto para conhecê-la (amamos) e almoçamos em Porto Cesáreo. Depois, pegamos estrada de novo e paramos em Gallipoli, uma outra cidadezinha super fofa. Mas estava tão, mas tão calor, que desistimos de passear e aproveitamos um pouquinho da praia urbana que tem ali – não é linda, mas resolveu o calor hahahaha. Nesse dia, havíamos também uma outra missão: ver o pôr-do-sol em Santa Maria di Leucca; uma dica que recebi de um amigo meu e que eu repasso para você: é lindo. À noite, voltamos para nosso hotel em Lecce.

Dia 5Salento Dia Off – Apesar de termos outras cidades e praias para conhecer, o ritmo intenso de trabalho e os poucos dias de férias nos fizeram desejar um dia para descansar. E foi esse: no quinto dia de viagem voltamos para Ponta Prosciutto, como disse ali em cima, porque nós amamos. Antes de seguir para a praia, passamos em uma loja e compramos – sim, compramos – cadeiras e guarda-sol, porque se você não vai à uma praia particular, não tem nenhuma estrutura na praia para ficar o dia todo. Nesse mesmo dia, que seria o nosso último no Salento, aproveitamos para passear por Lecce e aproveitar melhor o seu centrinho histórico – e é lindo.

  • A região da Puglia é cheia de lugares inesquecíveis

Dia 6 – Polignano a Mare – esse dia de viagem foi um pouco… diferente hahaha. Explico: saímos cedo de Lecce e minha intenção era passar em outras cidades pela estrada – como Ostuni. No entanto, eu tinha um compromisso: uma entrevista de emprego. Minha intenção era chegar o mais cedo possível em Polignano a Mare e poder entrar na próxima hospedagem ou encontrar um café ou algum lugar que pudesse fazer a entrevista. Deu errado, hahahaha. Não achei um café e nem o hotel permitiu o check in cedo. E tive que fazer a entrevista do carro mesmo (mas no fim, pelo menos, consegui a vaga!). Deixamos a tarde para almoçar e para passear por Polignano a Mare, depois entramos no hotel e jantamos também na cidade.

Dia 7 – Alberobello – Esse dia não teve praia, mas teve cidadezinha histórica: saímos cedinho e pegamos estrada para conhecemos Alberobello e é incrível. Passeamos toda a manhã por lá e perto da hora do almoço pegamos o carro e seguimos para Locorotondo. Onde almoçamos e ziguezagueamos por ali (não é tão legal quanto Alberobello, mas é mais vazia e rende boas fotos!). Esse já era o nosso último dia na Puglia, infelizmente, e voltamos para o hotel para ajustar as coisas. Jantamos em Polignano a Mare, demos um último tchau para o centrinho histórico da cidade.

Dia 8 – Mattera – Claro que antes de ir embora do sul a gente não ia deixar de ver mais uma cidadezinha que é pertinho da Puglia, né? Meu único arrependimento é que não deu tempo de ver quase nada mesmo saindo cedo de Polignano a Mare e iniciando a seguir sentido norte. Depois de passar o finzinho da manhã no centrinho histórico – que é centrão porque é bem grande – almoçamos e seguimos sentido norte. Nossa parada para dormir foi na cidade de Jesi, que também fica na região do Marche.

Dia 9 – Milão – Sim, nesse dia chegamos – depois de muito trânsito do verão italiano – finalmente em casa. Essa foi a nossa viagem rapidinha pelo sul da Itália, nossa primeira road trip por aqui e também nossa primeira ida ao sul do país.

Claro que vou falar de cada uma das nossas andanças por lá com detalhes, então recomendo você seguir o nosso blog para não perder nada.

Além disso, convido você também a nos encontrar lá no Instagram. Quem estava por lá quando fomos à Puglia viu tudo em tempo real. No dia a dia, mostramos também curiosidades e nossa rotina de Milão (eu) e de Dublin (@jeaninecarpani).


Alberobello e Locorotondo: duas cidades na Puglia que você precisa conhecer

Alberobello e Locorotondo: duas cidades na Puglia que você precisa conhecer

Está passeando pelo sul da Itália e quer algumas opções de cidades para visitar que vão além das belas praias? Pois você pode considerar conhecer o Valle d’Itria. Se você acabou de chegar aqui com esse post, saiba que no…

Para Roma, com Amor: a origem (e as curiosidades) do Coliseu

Para Roma, com Amor: a origem (e as curiosidades) do Coliseu

Eu não sei você, mas conhecer o Coliseu era um dos itens da minha lista de desejos subconsciente. Aquela que fica lá no fundinho da sua memória e se forma quando você ainda é criança, sabe? Ai, quero um dia…

Roteiro Polignano a Mare: o que fazer nesse paraíso na região da Puglia, na Itália

Roteiro Polignano a Mare: o que fazer nesse paraíso na região da Puglia, na Itália

Já contei para vocês aqui no blog que no verão passado pegamos o nosso carrinho e saímos de Milão rumo à região da Puglia (Apúlia em português), lááá no finalzinho da Itália, no calcanhar da bota, né? Se você não…

O que fazer na região do Salento na Puglia, as Maldivas da Itália

O que fazer na região do Salento na Puglia, as Maldivas da Itália

Pensar nas Maldivas é pensar em água azul-turquesa, areia branquinha e quase quase a nossa definição de paraíso. Rica em natureza exuberante como a Itália é, com certeza por aqui também haveria algo parecido com essa definição aí em cima,…

Viagem para a Puglia, na Itália: dicas sobre o que fazer em Lecce capital do Salento

Viagem para a Puglia, na Itália: dicas sobre o que fazer em Lecce capital do Salento

Como você viu aqui no blog – ou se não viu, vai lá ver clicando aqui – nossas primeiras férias de verão morando na Itália e nosso primeiro verão na Europa teve como destino a Puglia (se lê “pulhia”, ou…

Roteiro Puglia: Praias e Cidades históricas no sul da Itália; O que fazer pela região?

Roteiro Puglia: Praias e Cidades históricas no sul da Itália; O que fazer pela região?

Já comentei aqui no blog um pouco sobre a Road Trip que fiz no verão de 2021 na Itália, atravessando o país de Milão à região da Puglia (Apúlia em português), nosso destino final para curtir uma semaninha dos dias…

Como são as praias na Itália? Minha primeira experiência na Puglia

Como são as praias na Itália? Minha primeira experiência na Puglia

A temporada de calor na Itália, de meados de junho até setembro mais ou menos, foi bem agitada no verão passado de 2021, já que era o primeiro verão pós-vacina contra o COVID-19. Eu mesma havia acabado de tomar minha…



SOBRE NÓS

O Voyajando surgiu do sonho de criar um espaço para trocar dicas de passeios, restaurantes, hotéis e tudo o mais que envolve os pequenos períodos maravilhosos da vida que chamamos de viagens. São elas que nos proporcionam a possibilidade de descobrir novos universos, ter contato com outras culturas e outros jeitos de ver a vida. O Brasil e o mundo estão cheios de lugares incríveis. Vamos conhecê-los juntos?
Booking.com

COMPRE SEUS INGRESSOS

________

Posts  Relacionados

Deixe  um  comentário

0 comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. Viagem para a Puglia, na Itália: dicas sobre o que fazer em Lecce capital do Salento – Voyajando - […] Nosso roteiro pela Puglia, clique aqui para conferir […]

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: