Guia gastronômico: onde comer em Milão? Dicas de restaurantes e bares na cidade

Está indo à Milão e não sabe onde comer e aproveitar a gastronomia local? Traremos aqui algumas das soluções! Nesse post, que será atualizado com frequência (por isso volte sempre), compartilharemos alguns dos nossos restaurantes preferidos na cidade. Essa lista vai ter de tudo sobre onde comer em Milão, então convido você a ficar com a gente e aproveitar todas as dicas de restaurantes e bares na cidade.

Atenção: não somos críticos de gastronomia. Só gostamos de comer – sol em touro por aqui! – e buscamos trazer nossas melhores sugestões e opiniões que, claro, podem ser diferentes da sua.

Anúncios

ENTENDENDO O CARDÁPIO NA ITÁLIA

Antes de começar esse post sobre restaurantes, recomendo você dar uma olhadinha nesse outro aqui que a gente explicou mais ou menos como funcionam os cardápios aqui na Itália. Aí você já vai chegar sabendo como é dividido o menu e também se vai querer experimentar a cotoleta ou o risotto, que são os pratos típicos de Milão.


ITALIANOS

MI SCUSI

Conhecemos o Mi Scusi depois de tanta gente indicá-lo para nós – e agora repassamos a indicação. Essa rede, que não está presente só em Milão, se propõe a entregar pasta fresca, com qualidade e também com toda uma política anti-desperdício e ambiental super interessante. O primeiro restaurante da rede foi aberto em Milão em 2017 e desde então Mi Scusi cresceu e continuou com sua ideia de comida caseira, feita pela “mamma italiana”.

E essa atmosfera a gente sente também no restaurante. Todo decorado com móveis antigos, almofadas, mesas longas e clima acolhente. No menu, a escolha é sua: pode pegar um dos pratos sugeridos pela casa ou montar o seu, unindo o tipo de macarrão que prefere ao seu molho predileto. Os pratos variam entre 8€ e 12€. O que gostei também é que temos ele: o vinho da casa, e com 8€ você paga pela meia garrafa ou 12€ pela inteira. Ah, a cerveja média sai por 5€.

Tipo de gastronomia: italiana
Endereço: tem vários endereços espalhados pela cidade. Nós fomos no Mi Scusi Cadorna: Via G. Leopardi, 13, 20123
Site Mi Scusi

Luna Rossa

Esse restaurante é aquele BBB – apesar de não gostar muito dessa definição, ela cabe bem aqui. O bom, bonito e barato é também bem localizado, porque fica ali nos arredores da Galeria Vittorio Emanuelle, Piazza del Duomo e Castelo Sforzesco. Por isso, é sempre uma das nossas opções quando estamos no centro. O que mais gostamos por lá são os pratos de pasta (macarrão), principalmente os de frutos do mar (cozze, vongole, etc). Ainda não provamos os secondi (opções de carnes com acompanhamento) e o Bruno provou a pizza e também disse que é ok.

A grande vantagem aqui é: se você estiver andando pelo centro da cidade, ele pode ser seu amigo. Além disso, se você está em um grupo variado, onde cada um quer comer uma coisa da culinária italiana, de repente aqui vocês podem provar. O menu é grande e, como disse, atende bem a todos. Os preços ali variam bastante mas, vai por mim, é muito mais econômico do que vários ali pelo centro – e bem mais simples também.

Tipo de gastronomia: italiana
Endereço: Via Broletto, 26, 20121


Pizzas

Pelo menos enquanto escrevo essas linhas mal traçadas, eu moro aqui, caro voyajante. Então, não, não precisa me lembrar que a Pizza é uma comida italiana e que deveria estar no tópico anterior. Eu sei. Mas eu sei e talvez você também saiba que, assim como no Brasil, a pizza é uma entidade à parte na terra da bota – tanto que eles chamam de “A” pizza, sim, sempre com o artigo antes. Pois então ela merecia um post à parte, e terá.

Outro detalhe não menos importante: as pizzas são individuais. Geralmente se pede uma por pessoa. A massa é muito mais leve (e talvez o recheio também seja bem menos generoso hahahaha). Fora isso, você não terá grandes dificuldades. Ah, e só para finalizar com mais uma informação: se eu fosse você, não pediria ketchup para acompanhar a sua pizza. Eles podem se ofender.

Agora a questão que você talvez já saiba, a pizza nasceu em Nápoles. Então eles consideram que a verdadeira pizza é feita nos restaurantes napolitanos. Pronto. Agora estamos prontos para ver alguns restaurantes que fomos e gostamos.

PIZZIUM

A Pizzium foi a primeira pizza que realmente gostamos que experimentamos por aqui. Também nascida aqui em Milão, a rede com pizzas típicas napolitanas tem restaurantes em alguns pontos da cidade e também trabalha com o sistema delivery – foi a pizza da Pizzium que nos acompanhou ao vermos a Itália vencer a Eurocopa em 2021.

Você pode conferir o menu diretamente no site deles e os preços partem de cerca de 7€ – as pizzas mais simples. O menu é dividido em pizzas clássicas, regionais, especiais e há também opções de entradas, como brusquetas, saladas e doces por exemplo.

Assim como os outros restaurantes aqui do guia, sempre sugerimos que você reserve uma mesa com antecedência. A Pizzium permite reservar no próprio site deles.

Tipo de gastronomia: pizza napolitana, italiana
Endereço: são várias unidades espalhadas pela cidade (e também em Turim, Bolonha e assim por diante)! Em Milão, já fomos na unidade de Isola. Confira todos os endereços clicando aqui.
Site Pizzium

Ambaradan Pizza

Esse restaurante nós conhecemos quando eu trabalhava perto da região da Corso Sempione. Ele é super pequeno e fica pertinho da estação Gerusalemme, do metrô lilás (M5). Segundo uma avaliação em italiano que encontrei na internê (não encontrei site oficial deles) foi em 2018 que o fundador do local resolveu inovar no sistema de precificação. E, realmente, nós ficamos surpresos com o menu com três alternativas de preço, das quais o cliente pode escolher qual o preço que quer pagar pelos antepastos, pizzas e bebidas.

O preço médio parte de 6€ e vai até mais ou menos uns 17€ a mais cara, e varia cerca de 1€ entre cada um dos preços. Por exemplo, uma margherita começa em 6€, o preço intermediário é 7€ e o último é 8€, sempre pela mesma pizza. Ainda que o sistema seja interessante, a gente se sentiu um pouco em embaraço ao escolher o preço que queríamos pagar pela pizza no final (eles perguntam para cobrar a conta depois que já comemos).

Tipo de gastronomia: pizza napolitana, italiana
Endereço: Via Lodovico Castelvetro, 20, 20154

Anúncios

JAPONESES

Já falamos aqui no blog que além da descendência italiana, temos também uma descêndencia japonesa fortíssima por aqui. E um dos nossos medos era não termos mais à nossa disposição a variedade de restaurantes japoneses que tínhamos em São Paulo. Ledo engano. Apesar do uso demasiado de abacate (ao meu ver) e a falta de shimeji, fomos vitoriosos em achar alguns restaurantes japoneses por aqui que gostamos muito – e que voltamos sempre que possível.

Antes de mais nada achei prudente explicar que os restaurantes aqui têm, sim, um esquema de rodízio. Não é o nosso rodízio, mas é um tipo um rodízio. Explico: eles chama de “All You Can Eat“, mas existem algumas diferenças tipo: às vezes alguns pratos especiais são limitados a um por pessoa (sashimi entre eles). Além disso, na maioria dos casos eles te darão um papel e uma caneta, e ali você tem que ir anotando o nome ou número dos pratos que você quer. Aí você entrega esse papel para o garçom e espera vir os pratos. Se quiser mais e acabou o papel, basta pedir outro que eles trazem.

Explicados esses trâmites iniciais, agora podemos começar a falar dos restaurantes e da comida! Hahahaha.

Ono Sushi

O nosso preferido em Milão. Além do preço ser na média, ele tem uma boa qualidade de pratos, para todos os gostos. É um All You Can Eat que tem desde sushis um pouco mais tradicionais (não tanto, mas até consigo encontrar alguns sem abacate hahahaha) e uns especiais para quem gosta de variar, com arroz negro, hot rolls e outras cositas más. Outro ponto em favor do Ono é que o salão é bem grande. Sempre reservamos antes de ir, mas como são muitas mesas, talvez você tenha mais sorte de encontrar algum lugar se não ligar antes. Ah, e os “plus” é que o serviço é geralmente bem rápido aqui e tem vinho da casa!

O preço médio é razoável, perto de outros all you can eat espalhados na cidade. No almoço aos finais de semana estamos falando de 18,90€ por pessoa ou, na janta, 22,90€. Em dias de semana os preços costumam ser mais baratos.

Tipo de gastronomia: japonesa/rodízio
Endereço: Via Felice Casati, 8 (esse é o que a gente geralmente vai, existem outras unidades)
Site ONO Sushi

Izakaya

Esse foi o primeiro restaurante bom que fomos à Milão, depois de errarmos alguns hehehe. Eles também trazem uma boa culinária tradicional, também tem os sushis especiais, mas a diferença mesmo é que o preço é um pouco mais elevado e o salão é bem pequeno – e disputado. A reserva aqui é praticamente obrigatória e o preço não muda – é sempre o mesmo no almoço e na janta, independente do dia da semana. Mas a comida é boa e o atendimento é bem bacana. O preço do rodízio é 22,90€ por pessoa.

Tipo de gastronomia: japonesa/rodízio
Endereço: Corso di Porta Nuova, 34, 20121 Milano

Temakinho

Ele tá aqui por causa do nome, mas também poderia estar em uma categoria mais verde e amarela, digamos hehe. É porque o Temakinho se apresenta, em seu próprio site, como um restaurante Nipo-Brasileiro, ou seja, misturou o melhor dos dois mundos e trouxe para os milaneses – e italianos – o melhor da mistura do Brasil com Japão.

Sendo assim, temos coxinha, temos mandioca frita e temos sushi! Pois sim. A mistura mais brasileira que um self-service chamado Japa-Tchê (existe, eu comia todo dia quando trabalhava perto da Avenida Paulista hahahaha) está disponível à nós em várias partes da cidade – e também do País. A rede, que nasceu em Milão, se espalhou pelo país e hoje está presente em várias cidades da Itália.

O primeiro restaurante foi inaugurado em 2012 na região do Navigli e se você gostaria de entender melhor como é essa mistura, pode escolher um dos restaurantes da rede e se jogar. O prato “executivo”, no almoço de segunda a sexta, é de cerca de 15€. Não é tão acessível porque, em duas pessoas, gastamos aproximadamente 40€, com um combinho de sushis, e duas entradas, coxinha e camarão (foto), uma água e um pedaço de bolo de prestígio de sobremesa. Mas, para quem está com vontade, aproveite. Ah, e tem também caipirinha!

Devo dizer também que a decoração do restaurante é um capítulo à parte. Eu, particularmente, amo restaurantes que se preocupam com a ambientação. O Temakinho – que eu fui, perto da estação Cadorna – é lindo (e cheio de palavras e frases em português! s2).

Tipo de gastronomia: nipo-brasileiro
Endereço: Temakinho Magenta (que eu fui): Via Boccaccio, 4. 20123. Outras unidades no site.
Site Temakinho


Aperitivos

A cultura do aperitivo é super interessante por aqui. Já falamos algumas vezes lá no Instagram (segue a gente clicando aqui) que é um dos aspectos culturais que a gente mais gosta. Basicamente funciona assim: você compra o drink – que para ser bem italiano pode ser um Aperol Spritz – e “ganha” as comidinhas para acompanhá-lo.

Alguns locais da cidade – como o Arco della Pace e a região dos Navigli – são mais propícios a encontrar bons aperitivos. Mas eles as opções estão praticamente espalhadas por quase toda a cidade e geralmente estão anunciados no cardápio ou em plaquinhas fora do restaurante/bar. A diferença entre um estabelecimento e outro é a variedade, a qualidade e a quantidade – sim a quantidade – de comida que você pode comer, e é isso que vamos abordar também nesse tópico.

Duomo dal 1952

Localizado ali no Arco della Pace é um dos aperitivos mais bacanas que fomos – até hoje hehe. Além de ter uma vista super bonita para o arco, pertinho do Parco Sempione, o lugar é quase em um esquema de “coma até morrer” (no bom e velho português-BR). O que isso quer dizer? Que basta você pegar a fila e se servir no buffet que fica disponível a todos os clientes. No dia que fomos, além de queijos e algumas opções de frios, tinha até alguns tipos de macarrão e carnes.

A desvantagem é que é cheio, então pode ser que você não consiga um lugar para sentar caso chegue muito tarde ou não tenha reservado antes. No entanto, ainda assim pode circular por outras opções ali pertinho e escolher um outro bar para se sentar (são vários, um do lado do outro praticamente).

Preço médio: 13€ por drink, comida à vontade no buffet
Tipo de gastronomia: bar/aperitivo
Endereço: Piazza Sempione, 5, 20145 Milano


Outros

Aqui vamos colocando – como disse, é atualizado com frequência – os restaurantes que não se encaixam em nenhuma das categorias acima mas que, ainda assim, podem te ajudar. Seja para fugir das massas (tem gente que enjoa após um período viajando pela terra da bota), seja para matar as saudades de casa.

Antica Pizza Fritta

Vocês já viram que por aqui temos várias sugestões de comidas típicas de Nápoles, né? Não é a toa que a cidade é super conhecida pela sua gastronomia. E da cidade da pizza veio também a pizza frita! Essa iguaria que experimentamos aqui em Milão – e que, claro, devemos também experimentar quando formos à Napoles.

Servida com a receita clássica napolitana, o local nasceu em 2015 (com três filiais em Nápoles e uma em Milão, que é essa que estamos indicando). A unidade daqui fica pertinho do Duomo, e é também uma ótima opção para você experimentar quando estiver pela região e não quiser gastar muito – tempo ou dinheiro. Não há lugares para sentar por ali, você entra na portinha, escolhe o seu recheio, espera que te chamem, pega e vai sentar em algum lugar da cidade – um banco de uma praça ou qualquer outro lugar, ou comer de pé mesmo. Inclusive, recomendamos a Piazza della Scala que fica ali pertinho e cheia de bancos para você se sentar e admirar a estátua de Da Vinci enquanto come, hahahaha.

Tipo de gastronomia: Street food
Endereço: Via Agnello, 19, 20121
Site Antica Pizza Fritta da Zia Esterina Sorbillo


Gostou das nossas dicas de restaurante? Então continue nos acompanhando! Sempre que possível a gente traz as mais diversas dicas e sugestões para fazer da sua viagem ainda mais inesquecível. Se você topar embarcar com a gente, nos siga também nos nossos outros canais de comunicação como no YouTube e no Instagram. Estamos sempre por lá também!


2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s