Guia de Compras em Milão na Itália: dicas para comprar de tudo

Que Milão é conhecida como a capital da moda, isso você já sabe. O que talvez não saiba é onde fazer compras em Milão, né? Eu quando cheguei aqui, busquei por esse conteúdo e não encontrei muito facilmente sites que pudessem facilitar a minha vida de pessoa que gosta de outlets, gosta de shoppings e ama fazer um passeio de compras alà paulista que sou – ainda que não compre nada, sabe como é? Eis então que nasce, finalmente, o nosso Guia de Compras em Milão na Itália. E hoje vamos pontuar 10 lugares para você comprar de tudo na cidade.

Esse guia de compras vai falar, primeiramente, dos locais de compras em Milão mesmo. Se você está procurando por outlets, já fica de olho que será um dos nossos próximos posts por aqui. Separei em duas matérias diferentes para você poder ir direto no que está buscando, e porque já aviso de antemão que a maioria dos outlets por aqui ficam um pouco mais afastados da cidade e demandam “vontade a mais” para chegar neles e, claro, aproveitar os bons preços.

Então aqui no nosso Guia de Compras de Milão, vou reunir as principais opções que, segundo eu mesma, são as mais legais de visitar, dependendo dos seus objetivos. Já digo de antemão que não colocaremos todas as lojas e shoppings, e muita coisa ficará de fora até porque não seria mais um guia, não é mesmo?



Compras em Milão: comércio de rua

Aqui na Itália é bem comum termos avenidas e ruas onde se concentram as principais lojas. É ali onde os locais vão fazer compras já que eles não têm tanto o costume de ir aos shoppings, como nós fazíamos em São Paulo. Por isso, nos finais de semana, vésperas de feriados e épocas de saldos e também na Black Friday, saiba que é muito provável que você vá encontrar muita gente local nas ruas que vamos citar aqui embaixo.

Via Torino

Começando pela Via Torino, que fica pertíssimo do Duomo de Milão. Aqui você vai encontrar de tudo. Inclusive é nela que está localizada a Primark do centro de Milão, aberta recentemente em 2022. Além das lojas de roupas (Zara, Stradivarius, OVS, Mango,…), tem também Sephora, tem na esquininha uma loja enorme de doces da rede ODS. E tem também uma loja que adoro: a Muji, marca japonesa de artigos gerais, e de qualidade bem bacana.

Aqui é uma boa referência de onde os milaneses fazem suas compras. Não só eles. Afinal, a proximidade com o Duomo de Milão faz essa rua ficar repleta de turistas que também aproveitam o tempinho entre uma atração e outra para fazer suas comprinhas. Não julgo.

Corso Vittorio Emanuelle II

E já que você está na região do Duomo, muito provavelmente você já andou/vai andar pela Corso Vittorio Emanuelle II. É a rua que fica exatamente do lado do Duomo, e ali você vai encontrar o La Rinascente (citado aqui embaixo como shopping), mas também muitas outras lojas de rua. Todas elas estão aqui de novo, Zara, Stradivarius, OVS, Mango, Kiko Milano, Bershka… Aqui também temos algumas lojas como Adidas, Vitoria Secrets (não exatamente nessa rua, mas o acesso mais fácil é por ela).

Se você procura por marcas como Michael Kors, também tá ali. Outra dica é o The Highline Outlet, uma loja multimarcas que reúne de tudo e que tem preços um pouco mais baixos. Ali dentro tem de tudo, então vista-se com a sua paciência e muito boa sorte. Já vi Moschino e até sapatos Jimmy Choo ali dentro, então rola dar uma garimpada. Para achá-lo, você deve entrar dentro de uma galeria de lojas, na altura do número 30 da Corso Vittorio Emanuelle II.

Também por ela, você pode acessar a Piazza del Liberty, que é onde você vai encontrar a Apple Store do centro de Milão. No fim dela, mais perto do metrô San Babilla, também você vai encontrar uma Unieuro, de eletrônicos – se não estou enganada, é uma das lojas mais fáceis de chegar que vendem eletrônicos, já que fica no centro. Ela é bem bonita, vale dar uma passadinha para conhecer pelo menos por fora. E se você seguir por ela atéééé o final, na praça do Metrô San Babilla, procure pela Lego Store.

Quadrilátero da Moda

Bom, não dá para falar de Milão sem falar do Quadrilátero da Moda. Ele vai entrar aqui, claro, em um Guia de Compras, mas muito provavelmente vai estar também entre as dicas de turismo, sobre o que ver na cidade quando estiver por aqui. Isso porque realmente Milão se tornou a capital da moda, e as grandes grifes têm sua morada, principalmente, em dois lugares na cidade: aqui e na Galeria Vittorio Emanuelle II.

Como claramente denominado, o Quadrilátero da Moda é um quadrado, ou seja, formado por quatro ruas; são elas: Corso Venezia, via della Spiga, via Manzoni e via Montenapoleone.

Bom, por ali tem de “tudo”: Valentino, Armani, Prada, Gucci, Versace e por aí vai. A lista é longa real! Insere nela Cartier, Bulgare, Salvatore Ferragamo, Louis Vuitton, Versace, Hermès, Dior e etc..

O Quadrilátero da Moda fica ali pertinho da região do Duomo e da Galleria Vittorio Emanuelle II. Direcione sua busca para uma dessas ruas ali em cima e boas compras!

Corso Buenos Aires

Aqui é uma outra rua muito movimentada e muito frequentada pelos locais. Com um movimento um pouco menor de turistas – mas ainda assim tem bastante por ali por ser uma região com alguns hotéis – a Corso Buenos Aires também reúne várias lojas de roupas (Mango, Zara, Benneton, H&M…), sapatos, utilidades domésticas (Muji, Dmail, Kasanova…) e acessórios. É uma boa alternativa para quem quer fugir do burburinho da Via Torino, mas não vá pensando que aqui será uma paz, não será. Mas vale também a visita se você quer um pouco mais de espaço para andar e fazer suas compras.

A Corso Buenos Aires fica pertinho da Porta Venezia, então além de conhecer uma dessas portas você pode usar o tempo live para fazer compras. Ali pertinho também fica um dos meus restaurantes japoneses preferidos, o Ono Sushi, que já dei a dica aqui no blog no nosso Guia Gastronômico de Milão, clica aqui para ler.



Shoppings em Milão

Não tem. Tô brincando.. hahaha tem – e vou listá-los aqui – mas ao mesmo tempo não tem tantos. Explico: os milaneses não têm o costume de ir a grandes centros comerciais onde tem de tudo e mais um pouco (cinema, boliche, etc), como os que temos no Brasil ou em São Paulo, para não generalizarmos muito aqui. Isso quer dizer que você até vai encontrar grandes “reuniões” das principais lojas, mas não tanto em centros comerciais fechados, sabe?

Um das coisas que me fazem gostar dos shoppings – à parte a questão consumista que admito aqui publicamente – é o conforto de faça chuva, faça sol ou faça frio, faça neve (estamos na Orópa né), você estará em um ambiente climatizado e protegido. E com as temperaturas extremas que fazem em Milão, acredite em mim, isso é um diferencial.

Galeria Vittorio Emanuelle II

Como eles se consideram um dos primeiros shoppings centers do mundo, eu não poderia deixar de citá-la! Assim como – e até mais que – o Quadrilátero da Moda ali em cima, essa galeria é figurinha carimbada de todos os guias de turismo por Milão. Também, pudera, ela é lindíssima e eu até hoje (um ano e meio morando aqui e contando) continuo admirando ela toda vez que passo por um de seus quatro corredores em formato de cruz.

Como o foco aqui é compras, deixo o post que já fizemos aqui para você ler (clica) e saber mais sobre ela. Por aqui só digo que se você procura por lojas como Prada, Gucci, Moncler e Louis Vuitton – todas com seus nomes padronizados no dourado com preto – é aqui que vai encontrar. Aliás, se eu fosse comprar em uma dessas lojas, escolheria aquela que fosse dentro da Galleria, porque são lindas.

Algumas dessas marcas também podem ser encontradas, claro, em outras partes da cidade. No próprio quadrilátero da moda e no La Rinascente (que comentei aqui embaixo).

As lojas da Galeria têm os logos todos padronizados

Il Centro

Já shoooopings, propriamente ditos, como conhecemos, comecemos por esse. É o meu preferido porque é o maior – que já fui até agora. E isso facilita a vida. Já que ali tem tudo reunido. As principais lojas como Zara, H&M, Pull&Bear e etc, além de ter uma praça de alimentação relativamente boa e é ali que está também uma das Primarks de Milão.

Basicamente são mais de 200 lojas. E outro ponto positivo que me faz testemunhar a favor do Il Centro são as diversas maneiras fáceis de chegar até ele. E aqui abro um parenteses: ele não está localizado EM Milão, mas sim em uma cidade ao norte, chamada Arese. Ou seja, você vai precisar de um pouquinho de vontade para chegar até lá.

E se não estiver de carro, pode fazer isso com um ônibus que sai da Estação Centrale de Milão. Nós já fizemos isso uma vez na vida e deu tudo certo. Você compra com antecedência o bilhete e vai e volta em um ônibus daqueles tipo-excursão, no horário escolhido e agendado por você diretamente no site deles (pagamos 5 o trecho, por pessoa).

Il Centro
Endereço: Via Luraghi, 11 Arese (MI)
Horário: aberto todos os dias das 9h às 22h
Estacionamento gratuito
Site Il Centro


Fiordaliso

Localizado em Rozzano, mais ao sul de Milão, o Fiordaliso tem aproximadamente 140 lojas que oferecem roupas, eletrônicos e casa, mesa e banho. Também aberto todos os dias da semana, o Fiordaliso também é uma opção de compras facilmente acessível com o carro e também é possível chegar até ele com o metrô e tram (linha verde M2 sentido Abbiategrasso e depois o tram em direção a Rozzano, desce na via Curiel – Isonzo).

Aqui é outro shopping que tem a Primark. Além dela, temos também uma loja da Apple e as principais lojas de roupas (que já citamos ali em cima). Um diferencial é que aqui você ainda tem a Decatlhon e também a Leroy Merlin (que não sei se você quer ir, mas eu deixo aqui citado hahaha).

Outra curiosidade legal é que eles ganharam o Guiness World Record em setembro de 2012 por terem o maior jardim vertical da Itália. Você vai poder dar uma olhadinha por lá quando visitá-lo, fica na parede externa do shopping e acaba contribuindo para o balanceamento térmico do prédio, além de ajudar a reduzir o consumo energético do centro comercial com suas mais de 200 espécies em 1250 metros quadrados de jardim. Legal né?

Como eu moro no norte de Milão, o Fiordaliso acaba sendo um pouco fora de mão para nós. Mas caso você esteja hospedado mais ao sul, fica aqui uma boa sugestão para você conhecer!

Fiordaliso
Endereço: Via Curiel, 25. Rozzano (MI)
Horário: aberto todos os dias das 9h às 22h. Fechado em 1 de janeiro, Páscoa e 25 de dezembro.
Site Fiordaliso



La Rinascente

Falamos já de dois shoppings grandes e que estão localizados fora de Milão. Agora vamos para dentro de Milão: exatamente no centro, do ladinho do Duomo. O Rinascente é um lugar que você pode por na sua lista ainda que você não queira fazer compras – já que ele tem um rooftop lindíssimo para tirar fotos do Duomo de Milão.

Sobre as compras no La Rinascente: são marcas mais de luxo que estão ali dentro. Se você está procurando por Louis Vuitton, Gucci, Prada e companhia, aqui é um dos lugares que você vai encontrar. Elas estão no segundo andar.

Essa loja, na real, existe em várias cidades aqui da Itália. Você vai encontrá-la em Roma, em Florença, em Monza, em Cagliari e em Palermo, por exemplo. Em Milão, que é nosso foco aqui, eles estão a mais de 150 anos! É também uma referência de decoração natalina, a fachada fica simplesmente linda toda decorada. Ah, e são dez andares que oferecem de tudo: joias, sapatos, bolsas, beleza e produtos gourmet distribuidos em mais de 1500 marcas e mais de 20 mil metros quadrados. No último andar, como disse ali em cima, além de ter uma bela vista para a Duomo de Milão, você ainda pode almoçar, jantar ou parar para um cafezinho nos diversos restaurantes que existem por ali.

É também uma boa ideia visitar a La Rinascente se você quiser fugir um pouquinho da chuva, ou do frio no inverno ou do calor absurdo do verão. Além disso, eles também têm banheiro no último andar. De nada.

Para chegar é muito fácil. Se você estiver de frente para o Duomo de Milão, você vai pegar a rua à esquerda da igreja. É ali. No site deles existem três endereços que vou deixar aqui embaixo. Mas é bem fácil de encontrar.

La Rinascente

Endereços:
Piazza del Duomo
Via Santa Radegonda, 10
Via San Raffele
Horário: de segunda à sexta, das 10h às 21h.
Site La Rinascente

A fachada enfeitada para o Natal do Rinascente!


City Life Shopping District

Eles chamam de shopping, eu não. Hahahahah. Mas tenho a obrigação blogueira-jornalística de citar o City Life como um centro comercial, onde você também pode realizar comprinhas. O City Life é uma parte nova da cidade, onde além de prédios comerciais super modernos, existe também esse amontoado de lojas que resolvem a vida e quem precisa de alguma coisa mais específica, mas não de quem gostaria de dar uma volta no shopping.

E antes que você revire os olhos com a minha chatice e me entenda mal, explico: eu gosto muito de passear por ali. A arquitetura é super diferente, ele fica dentro de um dos parques públicos urbanos aqui de Milão (o segundo maior) e são cerca de 32 mil metros quadrados de área comercial dentro dos 170 mil metros quadrados de parque.

O City Life é bem fácil de chegar, além da linha 5 do metrô, linha lilás (M5) estação Tre Torri, que para literalmente dentro do complexo, também dá para chegar com a linha 1 (vermelha, estação Amendola) e também de tram. Também tem estacionamento gratuito de duas para horas para clientes que validarem o ticket em uma das lojas.

Dito tudo isso, vamos às lojas: temos por ali a loja da Dyson e da DJI (de drones sabe?), por exemplo (que não têm em todos os shoppings), temos também uma da Moleskine, temos Calvin Klein, Timberland, Levis, Guess, Sephora… enfim, veja tudo aqui nesse link. Ah, ali também tem a DM, uma farmácia/perfumaria que vende muita coisa de beleza e eu adoro. São 80 lojas, 1 supermercado, 20 restaurantes e sete salas de cinema. Até que rola, né?

Mas enfim, se você estiver procurando uma dessas lojas específicas aqui em cima e/ou estiver cansado da parte histórica e quer ver algo diferente, talvez o City Life seja uma boa solução para você. Aí você aproveita e dá uma olhadinha nas lojas do shopping. Se estiver procurando especificamente um passeio de compras, aí nesse caso, eu não consideraria o City Life como uma prioridade.

Endereço: CityLife Shopping District – Piazza Tre Torri, Milano
Horários: de segunda à sexta, das 10h15 às 21h e de sábados e domingos, das 9h às 21h.
Site City Life



Compras em Milão: lojas e megastores

Resolvi colocar esse tópico aqui porque muitas vezes a gente procura por algum produto específico e que talvez fique mais difícil de adquirir se você for para os grandes centros comerciais e contar com o acaso. Outras vezes, queremos contar o acaso mas de um modo mais específico, procurando por um tipo de produto, sem saber exatamente a marca ou a loja onde procurar. Espero poder ajudar!

Media World – eletrônicos

A Media World é a nossa preferida para encontrar eletrônicos – junto com a Amazon, claro. Geralmente as lojas são grandes e bem organizadas por departamentos, o que facilita. Ao mesmo tempo, você ainda consegue dar um giro geral e ter a experiência de “ver os produtos com a mão” – coisa que lojas onlines não nos permitem. É também ali que você pode encontrar uma variedade grande de produtos e fazer a escolha que fizer mais sentido para você.

Na Media World tem de tudo, celulares, tablets, computadores, videogames, itens de cuidado pessoal (depiladores, secadores de cabelos, chapinhas e por aí vai) e até itens para a casa (geladeiras, microondas, fogões, televisores). É uma loja enorme e cheia de opções.

A Media World pode ser encontrada em alguns dos shoppings que listamos aqui (como o Arese) e também em alguns locais – mais afastados do centro – em Milão. A que nós mais vamos é a MediaWorld Milano Certosa, localizada na Viale Certosa, 29.

Eu explorando os inúmeros produtos disponíveis na Media World

Primark em Milão – roupas e itens para casa a preços baixos

A fama da Primark antecede qualquer post, mas claro que eu teria que citá-la aqui. A marca irlandesa está presente em mais de 14 países e é conhecida pela sua variedade – gigantesca – de produtos a preços baixos. Em Milão ela está localizada em três endereços.

Eu, sinceramente, adoro passear na Primark e ver principalmente os itens de casa. Mas também dou uma olhadinha nas outras coisas disponíveis, como roupas, sapatos, bijouterias, cuidados pessoais (gosto bastante das máscaras faciais). Dificilmente compro roupas ali – não acho a qualidade o maior dos atributos da rede– mas os preços de alguns itens são realmente mais baixos em relação às outras lojas e, se você garimpar, pode ser que encontre roupas legais com qualidade ok e preço razoável.

A Primark é dividida em departamentos, então é relativamente fácil se encontrar por ali. Além dos itens de casa e feminino, também têm seções masculina e infantil. A Primark mais perto do centro é a que está localizada na Via Torino. As outras duas estão nos shoppings Fiordaliso e Il Centro (ambos citados aqui no nosso guia).

A Primark é conhecida por preços baixos e variedade grande de produtos

Amazon – produtos de todos os tipos

Eu sei que a Amazon dispensa apresentações. E também sei que talvez ela não seja a melhor opção para você adquirir produtos quando estiver viajando. Mas vou colocar algumas dicas aqui que talvez possam ajudar você no fim a optar por ela.

Se o seu foco na viagem por Milão não é fazer compras mas gostaria de adquirir algum item que – ainda com o euro em alta – compense comprar aqui, a Amazon pode ser uma boa opção para você pois ela proporciona uma infinidade de produtos, com entrega rápida – e na maioria das vezes no dia seguinte – para assinantes Prime (e se você não for, pode testar gratuiamente por 30 dias e depois cancelar).

Além disso, a empresa também proporciona o uso dos Lockers da Amazon. Basicamente, os lockers são armários espalhados pela cidade. Você pode escolher um endereço que fica mais próximo de onde você está hospedado e direcionar a entrega do seu item ali. Eles entregam na data combinada – raramente atrasam – e você recebe um código por e-mail para ir lá retirar sua encomenda no horário que puder (veja também os horários disponíveis nos lockers da sua região).

É prático porque você consegue gerir melhor seus horários sem ficar esperando a entrega da Amazon. É também conveniente porque além da entrega rápida, você consegue comprar seus itens nos horários mais diversos (tipo a noite quando você tá de volta ao hotel), e pode pegar a encomenda no horário que for conveniente para você.



Compras em Milão: promoções e saldos

Bom, esse tópico é importante aqui porque tem uma coisa que une a Itália talvez mais que a pizza (mentira, que a pizza não): a temporada de “saldi” que são os saldos e promoções das lojas. Cada região tem a sua data para começar as promoções e devo dizer que são promoções reais. Para você ter uma ideia, muitas pessoas praticamente esperam que iniciem as promoções e se programam para comprar durante essa temporada; a Zara, por exemplo, fica LOTADA – e uma bagunça.

Apesar das datas de início mudarem, geralmente as promoções são no mesmo período: no verão começam em meados do início de julho e os saldos de inverno começam no início de janeiro.

E porque você deve saber disso? É que se você estiver por aqui durante esse período encontrará as lojas mais cheias, mas com ótimas opções de compras com produtos com desconto. Ah, e atenção, por outro lado se você vier em agosto: muito provavelmente encontrará lojas e lojas fechadas. Porque esse é o mês de férias na Itália, e apesar do circuito turístico funcionar muito bem, as lojas de rua e shoppings frequentados por locais nem tanto. Já me aconteceu de ir em agosto ao Il Centro (o shopping grandão ali em cima) e encontrar a Zara e a Stradivarius femininas f-e-c-h-a-d-a-s para reforma porque é um mês fraco para eles. Quase não acreditei hahahaha.

Ah, e diferente da Black Friday aqui embaixo, as promoções se concentram bastante em roupas, acessórios e também maquiagens e produtos de beleza.

Black Friday: compras em Milão

Como disse ali em cima, as grandes promoções acontecem no meio do ano e no começo do ano, mas em novembro também temos boas oportunidades de compras com a Black Friday. Claro que aqui o foco seriam os eletrônicos mas centros comerciais, outlets e as lojas de rua – de roupas, maquiagens, acessórios – também entram na onda e oferecem bons descontos.

Por isso, se você estiver aqui na última sexta-feira de novembro – e no fim de semana depois dela – vale dar uma conferida no comércio online e também nas lojas de ruas e shoppings. Muitas coisas podem ser encontradas ali e você pode realizar ótimas compras.



.

GARANTA SEUS INGRESSOS

Booking.com

SOBRE NÓS

O Voyajando surgiu do sonho de criar um espaço para trocar dicas de passeios, restaurantes, hotéis e tudo o mais que envolve os pequenos períodos maravilhosos da vida que chamamos de viagens. São elas que nos proporcionam a possibilidade de descobrir novos universos, ter contato com outras culturas e outros jeitos de ver a vida. O Brasil e o mundo estão cheios de lugares incríveis. Vamos conhecê-los juntos?

PASSEIOS EM ROMA

Posts  Relacionados

Deixe  um  comentário

0 comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. Roteiro de 1 dia em Milão na Itália: o que fazer na cidade? - […] Guia de Compras em Milão na Itália: dicas para comprar de tudo […]
  2. O que fazer em Milão na Itália? Veja 10 passeios gratuitos - […] Guia de Compras em Milão na Itália: dicas para comprar de tudo […]

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *