#Turistando Na Quarentena – Chatsworth House (Pemberley) na Inglaterra

É uma verdade universalmente reconhecida que, em tempo de pandemia de Coronavírus, é preciso ficar em casa. Por isso, daremos sequência ao #TuristandoNaQuarentena com dicas de séries e filmes que vão ajudar você a viajar um pouquinho, mesmo que do sofá da sua casa. Nosso objetivo aqui é mostrar locações – lugares escolhidos pela indústria cinematográfica para gravação de cenas – que ambientam nossas histórias preferidas.

Já imaginou poder andar pelos mesmos corredores que sua heroína? Subir as mesmas escadas? Se você é – assim como eu – fã de Jane Austen e, mais especificamente, de Orgulho e Preconceito (Pride and Prejudice), isso é possível. E esse post é para você. Seja muito bem-vindo e bem-vinda a Chatsworth House, “casa” do Duque e da Duquesa de Devonshire. Ou Pemberley, lar doce lar de ninguém mais – ninguém menos – que Mr. Darcy

É difícil escolher o que é mais bonito em Chatsworth House: a parte externa ou a parte interna

Mas, Pemberley não existe?

Infelizmente, não. Mas acredita-se que Jane Austen tenha realmente se inspirado em Chatsworth House para descrever Pemberley em Orgulho e Preconceito. Reza a lenda que a escritora tenha visitado a casa em 1811, dois anos antes de lançar a sua obra. Não é a toa que o diretor Joe Wright escolheu o local para gravar cenas de Elizabeth Bennet (Keira Knightley) e Mr. Darcy (Matthew MacFadyen) na adaptação cinematográfica de 2005.

Mas, nem todas as cenas de Pemberley foram gravadas em Chatsworth House. Durante as filmagens, a casa estava passando por mudanças internas e outro local – Wilton House, em Salisbury – serviu de cenário para o restante das gravações. No filme, é possível ver Chatsworth House quando Elizabeth passeia por entre estátuas – até ver o busto de Mr. Darcy – e quando ela corre ao ser descoberta pelo proprietário da mansão. 

O busto do Mr. Darcy está no finalzinho do passeio pela casa, na loja, que tem ainda várias referências a Orgulho e Preconceito e Jane Austen
A sala das estátuas, por onde Elizabeth Bennet passou na visita a Pemberley no filme Orgulho e Preconceito (2005)

Chatsworth House

Segundo o documentário Secrets of Chatsworth (2013), disponível na Netflix, o terreno onde está Chatsworth House tem tamanho aproximado do estado de Washington, capital dos Estados Unidos. A mansão da família Cavendish – Duques de Devonshire – conta com 300 quartos, 17 escadas e 350 portas. Não é à toa que é considerada a “maior casa particular da Inglaterra”. A propriedade conta ainda com jardins, fontes e lago, tudo bem conservado e preservado.

Mas sua grandiosidade não está relacionada apenas às suas características físicas. Chatsworth House foi construída para demonstrar riqueza e poder. De suas janelas laminadas a ouro até suas obras de arte, espalhadas não somente no interior da casa, como também em seus jardins.

 Além de Orgulho e Preconceito

Chatsworth House não aparece apenas na adaptação da obra de Jane Austen. Ela também pode ser vista em The Crown e, mais recentemente, no seriado Peaky Blinders. Porém, no filme “A Duquesa”, a casa é ela mesmo, já que a produção conta a história de Georgiana, esposa do 5º Duque de Cavendish. 

Riqueza e poder definem Chatsworth House

Dicas para o seu passeio em Chatsworth House

É possível chegar até a casa de ônibus, partindo de Sheffield. Na propriedade, antes de entrar na bilheteria, você pode alugar armários para deixar os pertences, uma vez que não é permitida a entrada na casa com mochila e malas. Ah! Não tem áudio guia na visita! Cada cômodo conta com uma plaquinha explicativa onde o visitante retira, lê e devolve. Inclusive, em diferentes idiomas. Existem algumas atividades dentro do terreno que são for free, como walking tour pelos jardins ou subir no telhado. Para participar, basta retirar uma fichinha e aparecer no horário marcado (lembre-se da pontualidade britânica!). 

Chatsworth House é um passeio de um dia inteiro. Vá com roupas confortáveis para andar por todo o terreno, há muito o que explorar. E aproveite! Espero que você goste, assim como eu! 

Dúvidas? Manda uma mensagem para gente no @voyajandoblog.

Um beijo e até a próxima, 
Jeanine

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s