O que fazer em Maceió? Conheça os principais passeios

Eu amo as praias do Nordeste! Acho que a beleza do litoral brasileiro é única e sempre que posso tento conhecer um novo cantinho. As pessoas são receptivas, amáveis e a água do mar é mesmo de uma beleza única. Já trouxemos aqui no blog alguns relatos de viagem para Porto de Galinhas e Natal, e hoje vamos falar sobre o que fazer em Maceió. Conheça as principais praias da cidade que listamos abaixo para você que está planejando uma viagem para lá.

Já contei no Voyajando que a viagem pelo Alagoas começou pelo sertão. Descemos em Maceió mas rumamos direto para a cidade de Piranhas (AL) para conhecermos uma outra beleza natural muito famosa: o Rio São Francisco. Navegamos por ele para fazer a Rota do Cangaço (contei aqui) e no dia seguinte, pudemos conhecer os Cânions do Xingó, em um passeio indescritível pelo rio (que também já contei aqui no blog).

No quarto dia de viagem então, voltamos para Maceió e ficamos hospedados na cidade. Dali partimos, cada dia para uma praia diferente. Listei abaixo os nossos principais passeios por lá:

(((( Não se esqueça de consultar a tábua de marés para aproveitar melhor as praias de Maceió )))))

Principais pontos turísticos de Maceió:

Feirinhas de Artesanato

Ficamos hospedados na região entre o bairro de Pajuçara e Ponta Verde, pertinho do letreiro “Eu Amo Maceió”. Reservamos pelo Booking o hotel Costamar, que tinha um bom custo-benefício. Recomendamos essa região para hospedagem porque dá para fazer muita coisa a pé. Adoramos esse tipo de hospedagem que nos permite largar o carro no hotel e andar pelos arredores com tranquilidade, sem se preocupar em não beber para poder dirigir ou lugar para estacionar.

Ali entre Pajuçara e Ponta Verde foi possível, por exemplo, ir a pé até as feirinhas de praia e lojinhas de souvenirs e artesanato – são muitas. Elas ficam em locais como se fossem galerias e tem lembrancinhas para todos os gostos.

A região também possui muitas opções de restaurantes e foi por ali que passeamos pela orla quase todos os dias, procurando um lugar para jantar – para quem sempre me pergunta: estávamos nos sentindo seguros por ali, mas sempre andamos muito atentos..

Piscinas Naturais de Pajuçara

Eu animada com os peixinhos!

As piscinas naturais de Pajuçara são quase uma “obrigatoriedade” no passeio à Maceió (lembrando que não acredito em obrigatoriedades, e sim no que você quer ou não fazer!). Quase todos os turistas que vão à cidade pela primeira vez – ou até voltando para passear – fazem esse passeio e, claro, nós também fizemos e gostamos muito.

Cada piscina natural é uma surpresa e essa não foi diferente. O passeio começa na orla, quando você pega uma jangada. O jangadeiro leva você a cerca de 3km da praia e ali você pode mergulhar com snorkel no meio de muitos peixinhos. É uma experiência rapidinha, mas muito legal!!

A jangada que nos levou para as piscinas naturais!

Praia de Ponta Verde

A Praia de Ponta Verde é pertinho da Praia de Pajuçara, é possível ir a pé, caminhando pela orla. É uma praia muito bonita e a região é bem urbana, com prédios, restaurantes, barracas de praia e muita gente na areia. A cor do mar é linda e a paisagem muda conforme a maré fica alta ou baixa – pudemos ver ao longo do dia a diferença e foi incrível. E é nessa praia também que tem um farol – que podemos ver em várias fotos de Maceió – e que é possível chegar quando a maré fica baixa.

Dunas de Marapé – Jequiá da Praia

Um belo local para passar o dia. Perto de Maceió, o município de Jequiá da Praia possui as Dunas de Marapé, um lugar maravilhoso para você passar o dia inteiro aproveitando. Só para alinhar a expectativa: não são duuuunas altas como as de Natal ou as da Praia da Joaquina, em Florianópolis. Elas existem, mas bem menores. Ainda assim, o lugar é muito bonito.

Como funciona: você paga um day use (pela pesquisa, em 2020 estava cerca de R$ 75) e aproveita toda a estrutura do local, com quiosques e também um almoço incluso (sem bebidas). O principal atrativo é desfrutar da paisagem que une rio, mar e mangue. Aproveitar o banho de água doce e o de água salgada a poucos metros de distância um do outro é muito legal.

Estrutura das dunas de Marapé.

Você chega ao complexo por meio de um barco, que faz uma travessia curtinha até a estrutura. Chegando lá, já é possível utilizar a estrutura simples, mas bem cuidada, com bar, restaurante, redário, parquinho, lojinha e muita natureza.

Chegamos cedo e aproveitamos a estrutura por ali. Mais tarde, o almoço é servido no sistema de buffet, já incluso no valor do day use. Achamos a comida bem simples, mas bem gostosa.

Depois, pudemos aproveitar o restinho da tarde no complexo. É possível a partir dali fazer alguns passeios que levam para falésias coloridas ou para um mangue e banho de lama, por exemplo.

Para quem quiser conhecer o lugar, não se esqueça de conferir as opções de transfer de empresas turísticas, saindo de Maceió, ou ir por conta, de carro – como fizemos (nesse caso, confira se no dia da visita o local está aberto).

Praia do Gunga

Talvez a minha praia preferida da região de Maceió. Nós amamos. O coqueiral, a paisagem, o passeio de barco… tudo! Logo na entradinha da praia há a possibilidade de subir no mirante, mas deixamos ele para a nossa volta.

Vista do mirante no final da tarde.

Seguimos direto para o estacionamento e logo depois de deixar o carro (cobram um valor pelo estacionamento), já foi possível também negociar o passeio de barco. Além dele, é possível também aproveitar a praia para fazer outros passeios: dizem que o de buggy ou quadriciclo pelas falésias coloridas é imperdível – e rola por aqui um arrependimento de não ter feito. Ou podemos ver como mais um motivo para voltar, né?

Na Praia do Gunga há atividades para o dia inteiro. E se você só quer descansar, também dá. As barracas têm uma estrutura bem bacana para os banhistas e você pode almoçar por ali mesmo, mas os preços são mais salgados. Um porém: aqui também há uma grande quantidade de ambulantes.

Nos divertimos no passeio “exclusivo” de barco

O passeio de barco nos levou para umas piscinas naturais bem bonitas e depois paramos em mais alguns pontos. Foi muito legal porque foi praticamente “exclusivo”, só eu e o Bruno passeando por aquelas águas. Aliás essa é outra dica: se possível, deixe para visitar a Praia do Gunga. em um dia de semana, você conseguirá aproveitar a praia bem mais vazia.

Deixamos para visitar o mirante (pago à parte, mas o preço era simbólico, cerca de R$ 3) no final do passeio e não me arrependo. O visual no fim de tarde foi de perder o fôlego e, por mais que você já tenha visto lá de baixo a quantidade de coqueiros, ver o coqueiral de cima é realmente impressionante.

Praia do Francês

Muita gente faz as três praias mais próximas de Maceió (Praia do Francês e do Gunga) no mesmo dia. Nós, na época, achamos corrido e preferimos dar uma atenção especial à cada uma delas, já que estávamos com o carro alugado à disposição. No entanto, essa escolha acabou comprometendo outros passeios na cidade. Por isso pense bem em como usará o seu tempo. =)

A Praia do Francês é uma praia bem bonita, com águas cristalinas e tudo o mais. No entanto, no roteiro apertado, colocamos ela em um domingo e eis que: encontramos uma praia ABARROTADA de gente. E o capslock não é exagero: ela pode ser bem indicada para quem ama uma muvuca, no bom e velho português, rs. Várias barracas com som alto, quiosques para todo lado, ambulantes a cada cinco minutos e muita, muita gente, tanto na areia quanto no mar.

O engraçado é que eu lembro que quando pesquisei à respeito, li várias dicas falando sobre essa multidão e não levei muito a sério. Mas levem isso em conta para a decisão de vocês sobre passar um dia inteiro lá. É realmente muita gente que vai à essa praia, que está localizada em Marechal Deodoro.

Nós passamos a manhã por lá e ficamos até um pouquinho depois da hora do almoço. Depois voltamos para Maceió para aproveitar a tarde na região próxima ao hotel, que naquele dia estava bem mais tranquila.

Praia de Ipioca e Hibiscus Beach Club

Separamos um dia inteiro para conhecer o Hibiscus Beach Club, e não nos arrependemos! É um passeio bem legal de day-use para descansar, aproveitar a estrutura do beach club e comer bem. Gostamos muito e recomendamos imensamente o passeio. Você paga um valor pela entrada e estacionamento (acredito que era cerca de R$ 30), e pode usufruir da estrutura com espreguiçadeiras, piscina, cadeiras de praia, banheiro e outras comodidades. O espaço é enorme e no dia que fomos tinha música ao vivo também.

Hibiscus oferece uma ótima estrutura.

Outros passeios:

Como sempre, a lista de coisas a fazer também é grande. Não fomos, por exemplo, à belíssima Barra de São Miguel por falta de tempo – ou planejamento, rs. Também faltou a Praia do Carro Quebrado que também parece ser simplesmente lindíssima. Faz parte, né?

Maaas, tudo isso é motivo para voltarmos para Maceió! Por aqui, não vemos a hora!

+DICA EXTRA: RESTAURANTE IMPERADOR DOS CAMARÕES

Para finalizar, deixo aqui uma dica extra bem saborosa: o Restaurante Imperador dos Camarões, em Maceió. Nós por aqui amamos frutos do mar e já havíamos ouvido falar sobre esse restaurante localizado ali em Pajuçara mesmo.

Reservamos um almoço para lá e fomos conhecer o prato Chiclete de Camarão servido ali. Trata-se de uma receita criada – e registrada – por eles em 2000. O camarão é “salteado no azeite de dendê, ao molho de cinco queijos, gratinado ao forno, acompanha arroz e batata palha, ou fritas”.

Nosso almocinho em Maceió!

Foi uma experiência bem legal, assim como gostamos muito do restaurante Camarões em Natal, também curtimos conhecer o Imperador dos Camarões. Para quem quer uma refeição diferente na cidade, com vista para o mar, pode considerar visitá-lo.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s