Um passeio pela história de Lampião: Rota do Cangaço em Alagoas

Pensa em uma cidade que parece que parou no tempo. Talvez você nunca tenha ouvido falar de Piranhas, no estado de Alagoas, no Nordeste. Mas hoje você vai conhecer um pouquinho mais dessa cidadezinha de onde partem dois passeios super especiais que contam um pouco da nossa história como brasileiros.

A paisagem é BEM diferente da que os paulistas aqui estão acostumados

Piranhas foi tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional e está localizada na região oeste de Alagoas, no limite entre o estado e o vizinho Sergipe. O centrinho histórico é bem pequeno e tirando os passeios incríveis, há poucos restaurantes e a estrutura para receber o turista não é tão grande.

Saímos de São Paulo e descemos em Maceió, alugamos um carro e fomos para Piranhas. A viagem é longa e cansativa – muita gente chega em Piranhas por Sergipe, dizem que é mais fácil – mas vale a pena. Depois de horas no carro, chegamos à pousada e lá mesmo já adquirimos os ingressos para os passeios que faríamos na região: A Rota do Cangaço e o Passeio nos Cânions do São Francisco (que falaremos em um próximo post).

Ficamos três dias na cidade – hospedados na pousada Xique-Xique.

1º dia – chegada à Piranhas

Neste dia chegamos à cidade e deixamos à noitinha para jantar no Centro Histórico. Quando viajamos, pegamos muitas dicas de restaurantes e passeios em aplicativos com oo Foursquare e o Trip Advisor e fomos avisados por essas dicas que os restaurantes da pracinha não eram muito recomendados. Realmente não tivemos uma experiência muito boa, comemos pizza (cara) e achamos o atendimento não muito bom.

2º dia – Rota do Cangaço 

Deixamos o segundo dia para conhecer a Rota do Cangaço. Nesse passeio, pegamos o catamarã no centrinho histórico de Piranhas e seguimos pelo Rio São Francisco por cerca de meia hora – ouvindo o autêntico forró nordestino – até o Cangaço Eco Park, na beira do rio. O espaço conta com espreguiçadeiras e áreas de lazer para se banhar no rio e aproveitar a estrutura do restaurante. De lá também parte a trilha para a Rota do Cangaço, onde fomos acompanhados por uma guia vestida de cangaceira – super querida – que nos explicou um pouquinho sobre a história de Lampião e Maria Bonita, ícones do sertão nordestino.

Navegamos pelo Rio São Francisco até o local onde inicia a trilha

Durante a trilha de cerca de 1,5km, pudemos conhecer não só a história do Rei do Cangaço como também um pouco da caatinga e do sertão nordestino  – algo muito diferente do que nós do Sudeste estamos acostumados a ver. O passeio é rico em belezas naturais e em cultura, cheio de curiosidades e histórias. O final da trilha chega à Grota do Angico, local onde o bando de Lampião foi surpreendido pela emboscada que levou ao fim do capitão.

Depois de percorrermos o mesmo caminho voltando sentido o Cangaço Eco Park – lembrem-se de calçar sapatos confortáveis e levar bastante água gelada e congelada, o calor é muito diferente e castiga – chegamos ao restaurante e já pudemos pedir o almoço (que já havia sido escolhido antes de partirmos para a trilha). Aproveitamos um pouco a estrutura do local e logo o passeio já havia acabado e tivemos que ir embora.

Paisagem em Piranhas, Alagoas

O passeio, em novembro de 2017, custou cerca de R$ 60 por pessoa, mais o almoço.

A Rota do Cangaço vale muito a pena. É muito bacana conhecer de perto a caatinga e sua flora – cheeeia de cactos lindos – além de escutar as histórias de Lampião, um dos homens mais procurados pelo governo em sua época, mas que também é considerado por muitos um herói.

Gostou? No próximo post traremos as informações sobre o passeio pelos Cânions do Rio São Francisco. Um passeio único e lindo por um dos rios mais importantes do nosso País.

*Informações de 2017

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s