Novo normal? As tendências do setor de turismo pós-pandemia

Tecnologia e inovação. Essas são as palavras-chaves para a retomada dos negócios pós-pandemia segundo o estudo “O Futuro e o Presente das Viagens Pós-Pandemia” realizado pelo Guia Viajar Melhor em parceria com a agência de marketing turístico Travel Media BR. A pesquisa, que reuniu especialistas e profissionais de turismo, delineou os novos hábitos e necessidades dos consumidores e apontam para uma modificação estrutural no setor.

Em um momento onde não há respostas prontas, muito menos certezas, outra ferramenta importante para a continuidade dos negócios é – e será – a comunicação.

O Futuro e o Presente das Viagens Pós-Pandemia
Brasileiros aumentam buscas por viagens

DADOS DO IMPACTO DA COVID-19 NO TURISMO NACIONAL

O Futuro e o Presente das Viagens Pós-Pandemia” traz ainda números relacionados ao impacto do Coronavírus no setor de viagens. Segundo a Accenture, a pandemia comprometeu 75% do faturamento do segmento e foi responsável por mais de 295 mil demissões. Para a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a indústria de viagens acumula perdas de R$ 62,5 bilhões desde o início da pandemia. Rio de Janeiro (R$ 8,8 bilhões) e São Paulo (R$ 22,6 bilhões) somados concentram mais da metade do prejuízo brasileiro.

o novo-normal?

O cenário ainda é de incertezas, mas com a abertura gradual das cidades a palavra de ordem para o setor turístico é: adaptação. Agora, higiene e saúde são tão importantes quanto localização, conforto e café da manhã no momento de se escolher um lugar para ficar. E isso vale também para a escolha das companhias áreas e aeroportos, os passageiros devem ficar mais atentos aos cuidados com higienização dos espaços e protocolos sanitários bem como o tempo de conexão entre vôos.

turismo intimista

Você já deve ter percebido, principalmente nas redes sociais, que as viagens nacionais e para lugares próximos já começaram a acontecer. Aqui em São Paulo, cidades como Monte Verde e Campos do Jordão, por exemplo, já estão no processo de reabertura e recebendo visitantes. Esses locais passam a percepção de serem “mais seguros” por dois principais motivos: as atrações turísticas mais famosas são ao ar-livre e é possível chegar até as cidades de carro, sem se expor a meios de transporte coletivos.

VIAGENS CONSCIENTES

Para o estudo “O Futuro e o Presente das Viagens Pós-Pandemia“, as viagens mais conscientes, sustentáveis e solidárias são tendência no novo-normal. Trata-se de um turismo que preserva a biodiversidade, a conservação do patrimônio e que apoia pequenas comunidades. Essas viagens mais lentas, também chamadas de slow tourism dialogam com a cultura local e vão de encontro com o turismo de massa, aquele cheio de gente e de fila.

TECNOLOGIA

Outra tendência “para um futuro breve”, segundo o estudo, é a implementação de novas tecnologias. Exemplos disso são robôs para fazer entregas de serviços de quarto e higienização de áreas. Já que reservas, check-in e check-out por meio de aplicativos já são uma realidade bem como cardápios e “room service” virtuais. Estão sendo implementados também cartões de acesso por hotéis para áreas públicas como piscinas. Dessa forma, o contato humano é minimizado.

Interessante, né? E o mais legal é que o material do Guia Viajar Melhor está disponível gratuitamente para que todos tenham acesso à informação. Taí a importância da comunicação neste momento. Você pode baixar o estudo neste link.

__

GARANTA SEUS INGRESSOS

Booking.com

SOBRE NÓS

O Voyajando surgiu do sonho de criar um espaço para trocar dicas de passeios, restaurantes, hotéis e tudo o mais que envolve os pequenos períodos maravilhosos da vida que chamamos de viagens. São elas que nos proporcionam a possibilidade de descobrir novos universos, ter contato com outras culturas e outros jeitos de ver a vida. O Brasil e o mundo estão cheios de lugares incríveis. Vamos conhecê-los juntos?

PASSEIOS EM ROMA

Posts  Relacionados

Deixe  um  comentário

0 comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. Boletim de Tendências SEBRAE 2020: Viagens Regionais – Voyajando - […] é novidade para ninguém que o setor de turismo foi um dos mais afetados pelo novo coronavírus. Até já…
  2. Setor de aluguel de carros cresceu 334% desde o início da pandemia – Voyajando - […] início da pandemia. E esse percentual expressivo reforça o que já apresentamos nos posts – este e este –…

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.