Monte Verde prepara “Natal nas Montanhas”

Em 2020, Monte Verde completa 70 anos de idade e celebra a ocasião com o “maior evento de Natal” já realizado no distrito, localizado no sul de Minas Gerais, bem pertinho da divisa com São Paulo. Aliás, já falamos sobre o local neste post aqui, com dicas do que fazer por lá durante um final de semana. A programação do “Natal Cultural nas Montanhas – Uma História em Bauer” começa em 6 de novembro e 2020 e se estende até 3 de janeiro de 2021. A organização espera receber cerca de 300 mil visitantes.

Entre os destaques estão o Despertar das Luzes e a Caravana Encantada

Inspiração

O tema que inspirou o Natal nas Montanhas é uma das manifestações artísticas mais famosa de Monte Verde: a pintura de Bauernmalerei – ou, simplesmente Bauer – que significa “pintura de camponês”. Originário da Alemanha, era praticado pelos trabalhadores rurais durante os meses de inverno. Colorir o interior das casas, peças utilitárias e decoração faziam um contraponto à branquidão da neve. Por isso, destacam-se os elementos natalinos cheios de personalidade e identidade da região.

Principais atrações

São diversas atrações espalhadas pelo distrito. No Despertar das Luzes, os visitantes assistirão a um desfile de personagens como Verner “O Maquinista da Luz” que remete ao fundador do distrito. Na Caravana Encantada, um carro iluminado percorrerá as ruas da cidade. Já a Floresta de Natal é um vilarejo na montanha com teatro de bonecos, contadores de histórias, oficinas de artesanatos e lojinha oficial com produtos de Natal. O Caminho dos Pinheiros é uma alameda com cerca de 40 pinheiros decorados e iluminados. As Surpresas Natalinas são intervenções de artistas de rua com os visitantes. E, por último – e não menos importante: a Cabana do Noel, uma forma das crianças verem o “bom velhinho” e enviarem as suas cartinhas. Mas neste ano, para a segurança de todos, é só ver mesmo! Não existirá o contato físico.

Por aqui, amamos! ❤

Segurança

E não é só na Cabana do Noel que o distanciamento necessário em tempos de pandemia foi assegurado. Todo o evento, organizado pela Agência de Desenvolvimento de Monte Verde e Região (MOVE) em parceria com a Prefeitura de Camanducaia foi pensado respeitando as orientações dos órgãos de saúde. Segundo Rebecca Wagner, presidente da MOVE, além de encantar é preciso evitar aglomerações. “Fizemos o estudo da capacidade de público, uso de equipamentos de proteção e disponibilização de insumos para higienização e biossegurança”, explica.

Reabertura

Durante a retomada do turismo, Monte Verde já recebeu 48 mil pessoas e foi considerada pelo Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, como exemplo nacional de retomada segura. O distrito voltou a receber visitantes no dia 1º de junho com um sistema de controle direto nos portais de acesso à cidade e nos estabelecimentos de hospedagem, que devem informar a Secretaria de Turismo sobre cada um dos turistas.

De segunda a quinta-feira o distrito só recebe visitantes de passagem, o famoso bate-e-volta. Nas sextas, sábados, domingos e feriados, a entrada em Monte Verde só é permitida para turistas com reservas.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s