Por que visitar a Casapueblo em Punta del Este, no Uruguai?

Porque ela é única. Ela começou a ser construída em 1958 pelo artista Carlos Páez Villaró e hoje a Casapueblo é um museu, uma galeria de arte e um hotel localizado em Punta Ballena, que fica a 15 km de Punta del Este, no Uruguai. Você provavelmente já viu fotos desse lugar com formas irregulares e paredes brancas que muito se assemelha às casas de Santorini, na Grécia. Mas a grande inspiração do pintor e escultor foi, na verdade, um pássaro chamado forneiro que no Brasil conhecemos como João-de-Barro.

A fachada da Casapueblo

Isso mesmo. A Casapueblo foi moldada pelas mãos de Villaró – e de moradores locais – da mesma forma que João-de-Barro constrói sua casa: sem projeto ou planejamento, apenas levando em consideração o terreno e suas próprias ideias. Não é à toa que a construção demorou 36 anos para ser concluída e foi definida pelo próprio artista como “uma escultura habitável”.

Era uma casa muito engraçada. Não tinha teto, não tinha nada.

Vinicius de Moraes, amigo de Carlos Páez Villaró – Reza a lenda que a música “A Casa” seja inspirada na Casapueblo
Hola!

O Museu

O trajeto começa em um “cinema” que passa no repeat um filme sobre Carlos Páez Villaró. Se você não conhece a vida e a obra do artista, é recomendável que você o assista para ter uma experiência mais completa sobre o que é a Casapueblo, já que o pintor é a razão de sua própria existência.

Nas outras salas estão dispostas suas obras bem como itens de acervo pessoal como roupas, rascunhos, pincéis, tintas… Tem até uma sala com recortes de matérias que saíram sobre o artista, que faleceu em 2014, aos 91 anos de idade. Vale ressaltar que todos os quadros expostos estão à venda.

A Cerimônia do Sol

Nós visitamos a Casapueblo no inverno e de manhã, então não participamos da Cerimônia do Sol. E isso é um arrependimento. Trata-se de uma homenagem ao astro que acontece todos os dias no pôr-do-sol. Nessa celebração, ouve-se a voz de Villaró recitando um poema que fala . O pessoal do Documento de Viagem preparou um arquivo com a versão original e tradução na íntegra. Para ler, acesse este link.

O mirante

Mas, atenção. Como visitante do museu você só pode circular nas áreas do museu, que é bem restrita. As piscinas e a praia são de uso dos hóspedes e não é possível ir até lá, mesmo que parar tirar uma foto. Então, se a ideia é ver a Cerimônia do Sol em alta temporada do museu, talvez você enfrente uma multidão. Outra informação importante: não tem estacionamento no local. Paramos na rua mesmo para a visita. Aproveite para andar até o final e ver o mirante.

Recomendo? Sim. Mas, como fui em baixa temporada, visitei a Casapueblo quase que sozinha, hahahaha. Vi várias reclamações no Trip Advisor falando sobre lotação e atendimento ruim. Dá uma olhadinha para ver você mesmx. Eu não tive nenhum problema e foi uma experiência riquíssima conhecer o local. Espero que você tenha uma visita espetacular por lá também! Depois, me conta como foi aqui mesmo ou no Instagram.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s