Loggia dei Lanzi

Um verdadeiro museu ao ar livre, localizado na Piazza della Signoria. A Loggia dei Lanzi foi construída entre 1376 e 1382 para sediar assembleias e eventos públicos. São muitas esculturas reunidas no local, que recebeu esse nome por conta dos guarda-costas de Cosimo I, que ficavam alojados nela. O espaço fica aberto ao público durante todo o dia e é um bom local para descansar e apreciar o movimento na praça.

Algumas das esculturas:

  • Perseus com a cabeça da Medusa – uma das mais famosas esculturas do local. Por conta da sua dificuldade de execução, levou quase 10 anos para ser finalizada e o autor foi Benvenuto Cellini. 
  • Rapto das Sabinas – Giambologna tirou, pela primeira vez, de um único bloco de mármore, três figuras. A escultura impressiona pela composição dos corpos esculpidos em mármore, que parecem macios.
  • Hércules e o Centauro Nesso – também obra de Giambologna, datada de 1599. Mostra o momento que o Hércules mata o centauro.
  • Menelao e Patroclo – representa uma cena da Guerra de Troia, quando Patroclo, o melhor amigo de Aquiles, morre em batalha e é carregado por Menelao. A escultura é original grega, encontrada em Roma no século XVI e doada pelo Papa Pio V aos Médicis.
  • Rapto de Polissena – a única estátua moderna da Piazza, feita por Pio Fedi em 1866. Representa o momento em que Polissena está sendo levada para ser sacrificada em nome dos deuses, para que a viagem dos gregos de retorno da Guerra de Troia fosse segura.
  • Sabinas – Seis estátuas antigas de mulheres, apelidadas de Sabinas, provenientes do Fórum de Trajano em Roma. Descobertas no século XVI.

Endereço: Piazza della Signoria

*Fonte das informações: Guia Visual Folha de S. Paulo e Viva Toscana