Viagem de carro pela Toscana: um fim de semana em San Gimignano e Volterra

Quando eu pensava na Toscana, aquela imagem dos campos verdes e as estradinhas já vinham direto na minha cabeça. E essa imagem não está de todo errada não, afinal, fazer uma Road Trip por ali e passear de carro pelas pequenas estradas que cortam as cidadezinhas é mesmo um atrativo à parte para quem vai pegar uns dias a mais e viajar pela região! E esse é o assunto do post de hoje: uma Toscana além da bela cidade do renascimento italiano, Florença. Vou contar hoje como foi o fim de semana que passei em San Gimignano, Volterra e uma passadinha – muito – rápida em Siena. Bora? Então bora!

Anúncios

Toscana: como chegar e onde ficar?

Como tudo nessa vida viajar pela Toscana demanda algumas escolhas. Filosofias à parte, a região italiana tem muito o que fazer, e você vai precisar entender o seu perfil de viajante e o que você quer conhecer para adequar os destinos à seu tempo de viagem. Afinal, além de cidades famosas como Florença, Pisa e Siena, ainda há muito mais para fazer por lá, que inclui até roteiros gastronômicos, um litoral e ainda mais cidadezinhas históricas – aqui na Itália tem infinitas, né?

O “como chegar” então demanda uma outra pergunta: o que quero ver/fazer por ali. Confuso? Eu explico. Se você vai se hospedar em Florença – e até em Pisa – uma das opções é chegar por trem, como fizemos quando visitei a cidade em 2018. É importante lembrar que Florença tem uma ZTL (aliás, a maioria das cidadezinhas na Itália tem), e isso significa que você não pode andar nessas zonas de tráfego limitado de carro.

Agora, se a ideia é você percorrer as cidadezinhas, andar com calma pelas estradinhas que cortam os campos verdes de plantações de uva e azeitonas, aí sim, o jeito é andar de carro. Já vi roteiros também de quem fez os trajetos de ônibus, se for uma realidade mais factível para você, saiba que também existe essa opção.

Para seu ‘como chegar’ ficar mais tranquilo, faça a pesquisa e compre o ônibus ou o trem pelo Omio, site que reúne todas as informações para facilitar os deslocamentos da sua viagem. Usando o nosso código, você ganha 5€ de desconto na primeira reserva.


Pelo mapa aqui em cima dá para entender melhor onde podem ser as suas bases. Muita gente escolhe Siena como uma das bases, para visitar Volterra e San Gimignano, e dividem a viagem, claro, com Florença, que é uma das bases clássicas da Toscana – principalmente se você nunca visitou. Nós não fizemos nem um, nem o outro. Como era só um final de semana, seguimos direto para uma hospedagem em San Gimignano e ali foi a nossa base para visitar Volterra e Siena.

Ruazinhas medievais pelo passeio da Toscana? Check!

NOSSO ROTEIRO

Alugamos um carro em Milão e saímos na sexta-feira à tarde, por volta das 15h30. De lá, seguimos direto para a Toscana pela A4 e pagamos aproximadamente 20€ de pedágio nesse trecho. Fizemos uma parada rápida no caminho – pegamos um suuuuper trânsito – no Barberino Designer Outlet para conhecer (e não gostamos muito porque achamos pequeno e porque os preços não estavam tão atrativos nesse dia, mas isso é história para um outro post sobre outlets que estamos preparando).

Chegamos no hotel que havíamos reservado já era cerca de 21h! O trânsito fez a viagem ser muito mais longa do que esperávamos. Fizemos o check-in rapidinho e corremos para a cidade, a ideia era pegar os restaurantes ainda abertos para podermos jantar. Foi o que fizemos e comemos em um restaurante em San Gimignano mesmo.

No sábado de manhã seguimos para Volterra e, à tarde, passeamos por Siena. Essas duas cidades já foram citadas no nosso vídeo do YouTube (já segue o nosso canal?). Falo delas no detalhe aqui embaixo. Depois voltamos para San Gimignano e encerramos o nosso dia com um jantar no hotel mesmo, porque estávamos bem cansados.

Veja nossos vídeos sobre o fim de semana (estão todos aqui no post) que passamos na Toscana e aproveita e já se inscreve no canal!

Já no domingo o dia começou um pouco mais tarde. Aproveitamos um pouquinho o hotel e tomamos o nosso café com calma. Havíamos uma reserva para uma degustação de vinhos e azeites no caminho do hotel para San Gimignano, então aproveitamos para sair por volta do horário da degustação. A degustação foi muito bacana e a gente super recomenda porque foi uma experiência realmente única.

À tarde, seguimos então para San Gimignano e passeamos pela cidadezinha. Na sequência, voltamos para o hotel e jantamos para pegar estrada no dia seguinte bem cedinho. Na segunda-feira de manhã, por volta das 9h, já estávamos à caminho de Milão e chegamos na cidade por volta de 13h (sim, pegamos trânsito de novo).


Volterra na Toscana

Talvez você não esteja estranhando o nome de Volterra. Se você já leu ou assistiu Crepúsculo, provavelmente se lembra desse nome. E eu já de cara já esclareço tudo: os vampiros de Volterra do livro, na verdade, só usaram o nome mesmo da cidade. A autora Stephenie Meyer se inspirou no nome da cidade e decidiu citá-la. Mas nem o filme foi gravado lá! Foi gravado em uma cidade ali perto, em Montepulciano, na Toscana também.

Esclarecimentos – ou não hahahaha – à parte, passear por Volterra foi maravilhoso. Sério. Eu amo uma cidadezinha medieval, né? E vê-la assim, super bem conservada, com suas lojinhas de souvenirs e suas vielas super fofas foi bem bacana. A gente não entrou nos museus e nem fez um passeio mega turístico por ali, mas mesmo assim, foi ótimo andar sem rumo e ir conhecendo com calma as suas ruelinhas.

Volterra, na Toscana, é uma cidade que foi capital etrusca e romana. É aquele tipo de cidade medieval que a gente ama: com um centrinho histórico mega bem conservado, com praças, igrejas, jardins e um castelo ao fundo. Ela fica beeem no alto e dali você consegue ainda ter uma vista bem legal pelas montanhas da Toscana, repletas de oliveiras e vinhedos.

Muita gente deixa Volterra de lado porque ela exige um desvio um pouco maior (veja no mapa) do que San Gimignano e Florença, mas vou dizer para você que a maioria das cidadezinhas ali na Toscana pelas quais passamos dá cerca de meia hora de deslocamento entre uma e outra, e sempre com a paisagem deslumbrante dos vinhedos e oliveiras, então realmente se puder, coloque meio período para andar pela cidade, nós sinceramente, adoramos.

Uma passadinha rápida por Siena

Começo esse parágrafo dizendo que não, não visitei Siena como se deve. Uma das cidades mais visitadas da Toscana ficou com pouco tempo no nosso itinerário, neste fim de semana que visitamos a região. Isso quer dizer que: se você também tem pouco tempo na Toscana, não deve visitá-la? Claro que não! Quer dizer apenas que nós – vocês e eu hahahaha – precisamos voltar para lá e visitá-la como se deve. E nesse tópico sobre Siena vou mostrar que temos motivos de sobra. Vem comigo:

Siena esta localizada no centro da região da Toscana e pode ser visitada facilmente com trem, ônibus e carro – como nós fizemos. Como você pode ver no vídeo ali em cima, nós deixamos o carro em um estacionamento perto do centro e chegamos na cidade histórica com escadas rolantes (!), super cômodo e moderno, eu achei hahaha.

A praça principal de Siena: precisamos voltar para explorar melhor a cidade!

Como havíamos pouquissimo tempo – e estava ameaçando chover – resolvemos ver (só por fora dessa vez) o principal da cidade. Começamos pelo Duomo da cidade – que é linda – e depois seguimos para a Piazza del Campo, que fica no coração de Siena.

Mas antes de chegar nela, falemos rapidinho do Duomo. Chama-se Duomo di Siena ou Catedral de Santa Maria Assunta. Tem um estilo romântico-gótico italiano e lembra muito o Duomo de Florença (leia sobre a nossa primeira visita por la clicando aqui). A catedral de Siena é toda decorada com mármore branco e verde escuro, quase preto, que representam a cor da cidade.

A Piazza del Campo é inconfundível. Você vai saber quando chegar nela. Em formato de concha – ou de leque – ela é muito bonita e realmente vale um investimento de tempo por ali, onde você pode até mesmo parar para um café. Ah, é aqui também que acontece o famoso Palio di Siena, um evento bem famoso aqui na Itália (se tiver curiosidade, dá uma olhadinha na internet, é um evento com pegada medieval que quero muito conhecer!).

Nessa praça também esta localizada a Fonte Gaia, bem no centro da Piazza del Campo. Em um dos lados da praça, você encontra ainda o Palazzo Publico e a Torre del Mangia, com seus 87 metros de altura – e 400 degraus, diga-se de passagem.

Demos um giro rápido por ali e até vimos uma noiva jogar seu buque (estava rolando um casamento). Mas logo fomos embora. Se você tem mais tempo que nós, ainda tem algumas coisas que podem ser visitadas na cidade, como a Livraria Piccolomini (que parece lindíssima), o Batistério de Siena, o Museu do Duomo e o complexo de Santa Maria della Scala, que se trata do mais antigo hospital da Europa.

San Gimignano na Toscana

San Gimignano merece um post à parte, que estará entre os próximos que vamos publicar aqui no blog (segue a gente para ser notificado). Isso porquê a cidade recebe milhares de turistas todos os anos que vão atrás de conhecer sua história – e das suas torres – e saber mais sobre a potência do período medieval que foi dizimada pela peste no século XIV.

O que eu tenho para te dizer sobre ela desde já é que vale a visita. Deixe pelo menos – pelo menos mesmo – um período da manhã ou da tarde para andar com calma por ali. Se tiver mais tempo, melhor, porque aí você pode desfrutar de suas ruazinhas, lojinhas e restaurantes sem pressa.

Como você já sabe, nós nos hospedamos em um hotel de agriturismo em San Gimignano, por isso visitamos a cidade em diferentes períodos do dia. Fomos no centrinho histórico na noite em que chegamos à Toscana para jantar (experiência bem legal, jantamos ao ar livre, com a cidade histórica em volta super linda) e também pudemos passear por ali à tarde e ver o fim de tarde do alto da colina. Também recomendo!

Degustação de Vinhos e Azeites na Toscana

Compramos essa experiência na internet (clica aqui para comprar também, link afiliado) e não sabíamos muito bem o que esperar, na verdade. Só sabíamos que poderia ser uma experiência bacana. E não é que foi? Até citei ela nesse post aqui de experiências inesquecíveis porque a gente ama aquelas oportunidades de fazer algo pela primeira vez. Dito isso, fomos despretensiosamente para a degustação agendada e eis que nos surpreendemos.

Degustação de vinhos na Toscana: a gente recomenda muito!

Começou com uma recepção onde fomos levadas por um dos funcionários a conhecer o vinhedo. Ali, ele nos explicou como foi o início da plantação e como é hoje o processo de desenvolvimento do vinho, passando pelo crescimento das uvas até o engarrafamento. Achamos extremamente interessante e acreditamos que seja legal para pessoas que, como nós, são leigas nesse universo. Depois de fazermos umas fotinhas por ali, seguimos para o início da degustação, onde ele foi explicando, parte por parte, cada um dos vinhos que estávamos experimentando. Um plus foi a degustação de azeite, onde tivemos a oportunidade de conhecer vários tipos de azeites diferentes, comendo uns pãezinhos e adminrado a vista das colinas da Toscana ao fundo.

Foi uma experiência simples, mas muito significativa, onde pudemos dar uma “pausa” no turismo para poder degustar uns bons vinhos, enquanto a vida passava mais lentamente. Recomendamos!


Eu espero que você tenha gostado do post sobre a Toscana assim como eu amei escrever e relembrar de como foi essa viagem rapidinha mas cheia de história e sabores por uma das regiões que, na minha opinião, é uma das mais bonitas desse país bonito chamado Itália. Para saber tudo que já fizemos por aqui, recomendo também você dar uma passadinha na categoria Itália no blog e explorar todos os passeios para já ir montando seu roteiro. Aproveita e segue a gente também no Instagram, por lá você vê tudo em tempo real!


Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s