O que fazer na Suiça? Agência de viagens separa principais pontos para conhecer

Vocês viram que a Suíça é um dos países que aceitam brasileiros neste momento? O país fica pertinho – pertinho mesmo – aqui da Itália, e é uma das opções de destinos que passaram a aceitar voos diretos do Brasil, desde que os viajantes estejam 100% vacinados e cumpram as regras de entrada no país. Já é um bom sinal de abertura das fronteiras e de que, em breve, tudo isso vai passar – não vemos a hora! Vacinem-se e se cuidem! -. E para aproveitar a boa notícia, que tal um guia sobre o que fazer na Suíça? A Abreu, agência de viagens, separou os principais pontos para conhecer no país aqui embaixo. Bora ver!


A Suíça é um destino turístico muito conhecido e adorado pelos visitantes por conta do seu grande número de lagos, alpes com os picos sempre nevados, estações de esqui, cidades medievais e charmosas, além dos famosos chocolates e relógios suíços. Como é um destino com muitas atrações e possibilidades para todo tipo de viajante, pode ser difícil definir o itinerário ideal.

Genebra

Esta é a cidade mais internacional da Suíça, pois é sede europeia da ONU e da Cruz Vermelha Internacional. É também centro de cultura e história. A Abreu recomenda um passeio pela parte histórica da cidade, onde ficam as áreas comercial e financeira. Comece o passeio pela Catedral de São Pedro e pela Place du Bourg-de-Four, a praça mais antiga da cidade. Não deixe de caminhar pela Grand Rue, uma das ruas mais bem preservadas do centro, e de desfrutar de um passeio de barco pelo Lago Genebra.

Lausanne

A segunda maior cidade às margens do Lago Genebra foi construída sobre três grandes montanhas cobertas de vinhedos. Esta animada cidade universitária é sede do Comitê Olímpico Internacional e do Museu Olímpico, o maior centro de informações do mundo sobre os Jogos Olímpicos. A dica da Abreu é passear pelo centro histórico de Lausanne e visitar a mais bela Catedral Gótica da Suíça e o Palácio de Rumine, uma verdadeira obra-prima da arquitetura em estilo renascentista florentino.

Zona de Zermatt e Interlaken

Zermatt é um famoso destino alpino situado no sopé do monte Matterhorn. Uma das possibilidades que a Abreu sugere é subir até Gornergrat (a 3.089 metros de altitude) e admirar a maravilhosa vista para os míticos montes Cervino, Monte Rosa e Pico Dufour – o mais alto dos alpes suíços. Em Interlaken, a sugestão é fazer uma excursão ao Vale de Lauterbrunnen para apanhar o famoso trem de montanha Kleine Scheidegg, a 2 mil metros de altitude, de onde se tem uma vista impressionante sobre os picos de Mönch, Eiger e Jungfrau.

Lucerna

Situada às margens do lago dos Quatro Cantões, Lucerna é uma das cidades mais bonitas da Suíça, com edifícios, praças e ruas conservados como nos tempos medievais. Seu principal cartão-postal é a Ponte da Capela, peça central da paisagem urbana e uma das mais antigas pontes de madeira cobertas da Europa. Segundo a Abreu, uma visita ao Museggmauer é imperdível: uma muralha preservada que fortificava toda a cidade.

Lucerna é um dos destinos que queremos muito conhecer!

Zurique

Este destino multicultural é uma importante metrópole, que oferece atrações e experiências culturais únicas. São mais de 50 museus e mais de cem galerias de arte, além de uma vida noturna animada e extravagante. Entre os passeios recomendados pela Abreu estão a Bahnhofstrasse, principal avenida do centro da cidade; a colina de Lindenhof, na zona histórica da cidade; Schipfe, o velho bairro de pescadores, nas margens do rio Limmat; e a Rathaus-Brücke, a ponte mais antiga de Zurique.

Schaffhausen 

Rodeada por vinhedos, entre a Floresta Negra e o Lago Constança, Schaffhausen é um popular destino de férias na Suíça. Seu símbolo é a fortaleza de Munot, construída entre 1564 e 1589, que pode ser vista a quilômetros de distância. O centro histórico é considerado um dos mais bonitos do país, com suas janelas envidraçadas e fachadas pintadas. Em seu roteiro, a Abreu recomenda um passeio de barco para assistir ao grandioso espetáculo das quedas do rio Reno.

Montreux 

Encrustada em uma baía protegida do Lago de Genebra, Montreux é rodeada por vinhedos e tem os alpes como pano de fundo. A região é muito conhecida por suas idílicas paisagens e pela sua produção de queijos. Seu extenso calçadão às margens do lago é decorado com flores por todo caminho até o Castelo de Chillon. Não deixe de visitar o magnífico Fairmont Le Montreux Palace, uma bela construção do auge da Belle Époque.

Dica extra: Viaje em um trem panorâmico

A Abreu ainda tem uma dica extra para quem visita a Suíça e quer desfrutar de toda beleza da região: realizar um roteiro de trem panorâmico pelas belas cidades, desfrutando de todo conforto a bordo e da visão espetacular das paisagens pelo caminho. Esta é uma ótima alternativa para o viajante que prefere passeios mais tranquilos e que não quer perder um único detalhe da viagem.


  • Gostou dessa notícia? Você pode encontrar outras como essa, relacionadas ao setor de viagens e turismo, na categoria “notícias” aqui do blog. Por lá, a gente posta tudo de mais legal que recebemos das assessorias de imprensa e das empresas do setor para você se manter atualizado e para ajudar a planejar sua próxima viagem. Só lembrando que, nem sempre, a gente conhece os serviços que são aqui divulgados. E isso não é um publipost! Acesse aqui para ver mais notícias!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s