7 dicas para planejar o seu intercâmbio

Depois de uma série inteira sobre intercâmbios, você já entendeu que nós amamos falar sobre esse tipo de experiência por aqui, não é mesmo? E com a pandemia do coronavírus, o enfraquecimento do real e o fechamento das fronteiras para os brasileiros, muitos tiveram que esperar, prorrogar ou, até mesmo, repensar a ida para o exterior estudar outra língua, fazer um curso profissionalizante ou conseguir uma oportunidade de trabalho no exterior. Mas, para Jéssica Carvalho, gerente de produtos da SEDA Intercâmbios, este momento de isolamento social pode ser utilizado para planejar a viagem e organizar todos os detalhes.

“Os planos para o seu intercâmbio não precisam ficar guardados na gaveta”, diz Juliana. “Use esse tempo para se planejar e se preparar com calma para que tudo esteja em ordem até o grande dia – isso contribuirá para que seu intercâmbio seja uma experiência inesquecível”.

A fundadora da BeFaster – School of English, Anna Carolyna Diniz, concorda. “Aproveite esse tempo para fazer o planejamento sem sair de casa, orçar, analisar as melhores opções e as que mais combinam com o que você está procurando, afinal, existem diversas maneiras de fazer um intercâmbio”, comenta.

Temos uma série completa de intercâmbios aqui no blog! Você já viu, né? =)

As 6 dicas para planejar o seu intercâmbio:

#1 Escolha o país: 

Cada país possui uma cultura, hábitos e rotina completamente diferentes. Aqui, é importante questionar suas preferências: você gostaria de viajar para um lugar mais tranquilo ou agitado? Centro urbano ou uma cidade menor? Cidade quente ou fria? Próximo ao litoral? De interesse histórico? É importante se fazer essas perguntas.

Pesquise qual o país. Se você deseja trabalhar durante o período de intercâmbio precisará ver quais países permitem e quais as restrições ou exigências para isso. Levar em conta também, se você gosta mais de frio ou de calor buscar países que atendam aos seus gostos. 

#2 Exigências da pandemia: 

Por mais que alguns países já estejam com suas fronteiras abertas para estrangeiros, outros ainda permanecem fechados ou impõem regras, como uma quarentena obrigatória ao chegar na região, por exemplo. Certifique-se de como o país escolhido está lidando com a pandemia e suas exigências para viajantes para não ser pego de surpresa.

#3 Defina o objetivo do intercâmbio: 

Existem diversos tipos de intercâmbio a serem explorados – estudar o idioma local, graduação, realizar um curso profissionalizante, trabalho voluntário, au pair (babá) ou à trabalho. Por isso, é importante primeiro decidir qual formato se encaixa ao que você está buscando. Avalie as oportunidades que cada país oferece para esses programas, e se correspondem aos seus desejos e expectativas.



#4 Tempo: 

Dependendo do programa escolhido, um intercâmbio pode ter uma duração de uma semana até de dois anos ou mais, de acordo com o curso que pretende fazer ou o tipo de intercâmbio. É importante ter consciência do tempo ideal e necessário de acordo com o objetivo de sua viagem, uma vez que ele impacta especialmente nos gastos que você terá.

#5 Moradia: 

A moradia é uma questão bem importante para o intercambista planejar, afinal, é onde ele ficará até o final de sua viagem. Existe a opção de hospedagem em casa de família, residência estudantil ou alugar algum apartamento, é importante pensar se você busca uma imersão total, ou se você prefere ter o seu espaço com mais privacidade, afinal isso irá refletir direto nos custos. 

Portanto, o tipo de moradia que você irá escolher impactará diretamente na sua rotina em termos de logística e custos. Dentre as opções mais procuradas estão os albergues, casas de família ou instalações da própria universidade, em casos de intercâmbios de estudo.

#6 Faça um planejamento financeiro: 

Toda viagem envolve gastos, e dependendo do país escolhido, a moeda utilizada pode aumentar a quantidade de dinheiro necessário. Por isso, tenha em mente o valor do Real na moeda local, e os custos médios que você terá com acomodação, comida, transporte e até mesmo para diversão.

#7 Já comece a estudar

Enquanto ainda não é possível realizar sua viagem, faça um curso do idioma do país que pretende ir. Chegar lá, conseguindo se comunicar pelo menos o básico já vai lhe ajudar muito. Existem diversos cursos onlines e rápidos, e até mesmo particulares que você consegue praticar o idioma e ficar expert.


  • Gostou dessa notícia? Você pode encontrar outras como essa, relacionadas ao setor de viagens e turismo, na categoria “notícias” aqui do blog. Por lá, a gente posta tudo de mais legal que recebemos das assessorias de imprensa e das empresas do setor para você se manter atualizado e para ajudar a planejar sua próxima viagem. Só lembrando que, nem sempre, a gente conhece os serviços que são aqui divulgados. E isso não é um publipost! Acesse aqui para ver mais notícias!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s