Voyajando Gastronomia: os destinos por trás dos queijos favoritos

Aqui no Voyajando.com, somos fãs de queijo. Somos fãs também da assessoria de imprensa da Booking.com que sempre envia para a gente sugestões de temas super legais para o blog com base nas preferências dos usuários que usam a plataforma. E uma pesquisa do site de reservas mostrou que 86% dos viajantes brasileiros consideram importante o destino escolhido para viajar ter uma culinária local saborosa. O mesmo levantamento revelou ainda que 78% deles viajam para experimentar novas comidas. Números expressivos, não é mesmo? Olha aí a beleza dos dados!

Pois bem, no Voyajando Gastronomia de hoje você vai conhecer os melhores destinos, com base na pesquisa do Booking.com, para os amantes de queijos. E não estamos falando de visitas à queijarias locais, mas de buscar a iguaria no país onde alimento teve origem.

Para provar como eu sou apaixonada por queijos, aí no destaque está a foto do Museu do Queijo que eu fui em Amsterdã, na Holanda, em 2018.

Gouda, Holanda

Essa cidade holandesa, que leva Gouda até no nome, é recomendada para os fanáticos por queijo e é responsável por 60% da produção de queijo do país. Quem viaja para Gouda pode comprar essa delícia local na tradicional feira da cidade, que acontece entre abril a agosto, desde 1395. Localizada em frente ao edifício histórico da prefeitura, a feira manteve até hoje o seu charme tradicional, inclusive, os produtores e comerciantes ainda batem palmas após a confirmação de uma venda. Os viajantes também não podem deixar de visitar o “Goudse Waag” (a balança de Gouda), que foi construído em 1669 e era usado, originalmente, para pesar queijos. Atualmente, o local abriga o ponto de informações turísticas. Outra parada obrigatória é o Cheese and Crafts Museum, que oferece degustação de queijos, passeios e demonstrações da produção artesanal.

Gouda Cheese Market Gouda (divulgação/Booking.com)

Cheddar, Inglaterra

O queijo cheddar se tornou a opção mais popular e vendida do Reino Unido. Entretanto, ele ganhou esse espaço aos poucos, no vilarejo de Cheddar, em Somerset, na Inglaterra.  Uma lenda local afirma que o queijo cheddar foi descoberto por acidente, quando uma das leiteiras deixou um balde de leite estragar nas grutas de resfriamento e então ele acabou se transformando em um queijo duro. Quem visita o vilarejo de Cheddar e deseja se aventurar, pode explorar ainda as grutas geladas na Garganta de Cheddar, o maior desfiladeiro do Reino Unido.  Depois de conhecer o local, e quando a fome começar a aparecer, os fãs de queijo podem parar na Cheddar Gorge Cheese Company, onde terão a oportunidade de ver o processo completo de produção do queijo na leiteria e no centro de visitantes.

The Bath Arms Hotel (divulgação/Booking.com)

Monterey, Estados Unidos

O queijo Monterey Jack, que ganhou seu nome com base em seu local de origem e no produtor que começou a vendê-lo, se tornou um alimento essencial na geladeira ou tábua de queijos de muitos americanos. Esse queijo branco e semiduro é feito com leite de vaca e é conhecido por seu sabor suave e leve doçura. Originalmente, o Monterey Jack era produzido pelos frades Franciscanos de Monterey da Alta Califórnia no século XVIII. Um empresário local, David Jacks, identificou a deliciosa oportunidade e começou a vendê-lo por todo o estado, onde se tornou conhecido como “Monterey Jack’s” ou “Jack’s Monterey”.  Apesar de não existir fazendas produtoras de leite na cidade de Monterey, na Califórnia, a rica história do queijo faz com que a cidade seja o destino ideal de viagem para os fanáticos por queijos.

Portola Hotel & Spa (divulgação/Booking.com)


Asiago, Itália

Asiago, um município da Itália, tem o mesmo nome e local de origem do queijo Asiago. Nessa cidade, os viajantes podem visitar a Azienda Agricola Waister Di Rela Riccardo, uma pequena fábrica especializada em queijos, onde os visitantes se sentem em uma autêntica fazenda leiteira. Lá é possível ver as várias etapas de produção de queijo e, quando se trata do Asiago, o sabor é marcante e sua degustação está disponível no local. Se uma fábrica não for suficiente, os viajantes que forem até Asiago podem ainda conhecer o Caseificio Pennar Asiago ou a Loja Cooperativa Pennar Dairy, uma loja especializada em queijos frescos e de qualidade.

Munster, França

Munster, uma pequena comuna francesa, é lar do queijo macio e com aroma forte de mesmo nome. La Maison du Fromage (Casa do Queijo) é o destino perfeito para quem ama o queijo Munster. A Casa do Queijo apresenta filmes, exposições, workshops educacionais e, claro, a oportunidade de desfrutar de uma degustação. O queijo Munster foi produzido na cidade pela primeira vez em 1371. Os fãs de história ficarão animados, já que a região também abriga as ruínas da Abadia de Munster, a fonte do Leão, localizada na Praça do Mercado, esculpida no século XVI.

Le Chalet La Cigogne et Le Chamois (divulgação/Booking.com)

Ciudad Real, Espanha

A Ciudad Real é o lar do Manchego, um queijo delicioso, produzido com o leite da ovelha da raça Manchega. Para uma experiência de dar água na boca, os viajantes devem visitar a Finca de Las Terceras, uma fazenda dedicada à produção desse tipo de queijo, localizada no sudeste da Ciudad Real, na Espanha. Lá, os viajantes podem observar toda a produção deste alimento, além de comprar essas iguarias na fazenda. Os fãs de gastronomia também podem encontrar diversos restaurantes na Plaza Mayor, localizados em torno da praça histórica. É possível ainda visitar várias queijarias na cidade, e então degustar as variedades e escolher suas favoritas.

(divulgação/Booking.com)

Muito legal saber mais sobre a origem dos queijos, não é mesmo? Você adicionaria algum lugar na lista? Afinal, (nutricionistas discordam) queijo nunca é demais hahahaha.


Gostou dessa notícia? Você pode encontrar outras como essa, relacionadas ao setor de viagens e turismo, na categoria “notícias” aqui do blog. Por lá, a gente posta tudo de mais legal que recebemos das assessorias de imprensa e das empresas do setor para você se manter atualizado e para ajudar a planejar sua próxima viagem. Só lembrando que, nem sempre, a gente conhece os serviços que são aqui divulgados. E isso não é um publipost! Acesse aqui para ver mais notícias!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s