Parque do Ibirapuera

Inaugurado em 1954, o Parque do Ibirapuera é um queridinho dos paulistanos. Recebe milhões de visitas anuais e possui 158 hectares de tamanho. O parque tombado e patrimônio de São Paulo além de ser um parque urbano, possui dentro de suas propriedades construções históricas com pavilhões que abrigam museus, auditório, marquise concebidas pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

Localizado no bairro do Ibirapuera, em São Paulo, uma curiosidade é que o local foi uma aldeia indígena no início da colonização portuguesa. Com o tempo, se tornou uma área de chácaras e pastagens. Posteriormente, em 1920, o prefeito da cidade de São Paulo, José Pires do Rio, decidiu transformar aquela área em um parque semelhante aos que existem na Europa e nos Estados Unidos (Bois de Boulogne, Hyde Park e Central Park). No entanto, o terreno muito alagadiço frustrou seus planos, até que um funcionário da prefeitura, Manuel Lopes de Oliveira, conhecido como Manequinho Lopes e apaixonado por plantas, iniciou em 1927 o plantio de centenas de eucaliptos, para drenar o solo e eliminar a umidade excessiva do local.

Seu conjunto arquitetônico possui locais conhecidos como a Bienal de São Paulo, o Pavilhão Japonês, o Museu Afro Brasil, a Oca, a Marquise, o Museu de Arte Moderna, e também o Obelisco do Ibirapuera e o Monumento às Bandeiras (fora do parque).

Hoje o parque recebe inúmeras atividades ao longo do ano. São eventos, manifestações culturais e artísticas, exposições que ocorrem simultaneamente. É ainda um local muito procurado para a prática de esportes ao ar livre.