Roteiro Jane Austen: 11 lugares para visitar na Inglaterra para quem é fã da escritora

É uma verdade universalmente reconhecida que um fã de Jane Austen sonha em conhecer a Inglaterra. É mais verdade ainda que ele deseja visitar lugares que, de alguma forma, sejam relacionados à criadora ou/e às suas criaturas. Sejam eles ligados aos livros em si ou aos filmes inspirados por eles. E, por fim, que irá começar todos os posts Austen-relacionados neste blog parafraseando a mesma citação.

Aliás, desculpe-me por isso. Não consigo resistir. Mas, seguimos.

E diferentemente das outras publicações que você encontrou por aqui, este post vai unir o que já foi visto com o que será (re)visitado no futuro. Isso mesmo. Este roteiro de 11 lugares para visitar na Inglaterra para quem é fã da escritora dos finais felizes não vai ser só para nortear você, voyajante, mas a mim mesma. Que hei de voltar em breve para a Terra da Rainha e ver muito mais do universo dessa que é uma das escritoras mais importantes de todos os tempos. E quando eu fizer isso, este post será atualizado, obviamente. Ela não somente assinou obras como Orgulho e Preconceito (1813), Razão e Sensibilidade (1811), A Abadia de Northanger (1818), Emma (1815), Persuasão (1818) e Mansfield Park (1814), como também inspirou uma legião de novos autores e novas histórias por esse mundão grande.

Muitos dos lugares descritos por Jane Austen são, é claro, fictícios. Mas, para a gravação dos filmes e das séries baseados nas obras, locações reais foram utilizadas. E acredite, é muito mágico “percorrer” os mesmos campos, corredores ou escadarias que sua heroína “percorreu” um dia. E este é o objetivo deste post: reunir todos eles em um único lugar. Quando eu estava montando o meu roteiro da Eurotrip – viagem que eu e o Gian fizemos para celebrar o término do nosso intercâmbio em Dublin, na Irlanda – eu tive bastante dificuldade de encontrar sites em português com essas informações. Por isso, voilá.

E para fins de geolocalização, vou colocar a atração seguida do condado onde ela está localizada dentro da Inglaterra.

(Divulgação)

#1 Chatsworth House, Derbyshire

Vou começar essa lista – ou melhor, roteiro – de lugares Austen-relacionados com Chatsworth House, a residência que, reza a lenda, inspirou a escritora a descrever Pemberley, o lar de Mr. Darcy de Orgulho e Preconceito. Não é à toa que o local serviu de locação para a versão cinematográfica de 2005, estrelada por Keira Knightley e Matthew MacFayden. Tem um post completinho sobre essa visita na série da Eurotrip, que você pode acessar aqui, então não vou me estender muito. O que eu posso acrescentar é que recomendo você reservar um dia inteiro para visitar a casa e os jardins, assim você faz com calma. O lugar é imenso e rico em detalhes. Mesmo quem não for fã da escritora vai gostar de dar uma passeada por lá.

#2 Bath, Somerset

A charmosa cidadezinha de Bath também fez parte do roteiro da Eurotrip e também já tem por aqui um post especial sobre ela, que você pode acessar neste link. Por que o lugar é Austen-relacionado? Eu digo a você: a escritora viveu na cidade durante cinco anos e escolheu Bath como cenário de duas de suas seis principais obras: Abadia de Northanger e Persuasão. Mas, como eu disse na outra publicação, eu não pude fazer tudo Austen-relacionado que a cidade oferece, até porque encaixei as Termas Romanas no itinerário. Faltou, principalmente, o Assembly Rooms, salão onde a sociedade se encontrava para bailes, jogos e chás. Um dos principais motivos para voltar.

#3 Chawton, Hampshire

Foi o último “lar” de Jane Austen. Ela viveu em Chawton durante os últimos anos de sua vida e é possível visitar a residência (10 libras) ainda nos dias de hoje. Não consegui encaixar o Jane Austen’s House Museum no roteiro da Eurotrip porque ele ficava mais afastado dos outros destinos que estavam sendo incluídos. Mas, mais motivos para voltar, certo? No museu – que fica dentro do Chawton Cottage, uma construção do século XVII – você encontra uma coleção de objetos deixados pela escritora, sua irmã Cassandra e sua mãe, como joias, livros, sua escrivaninha e cartas. Ah, e é claro, as primeiras edições de suas obras. É possível visitar ali também a Chawton Great House, que foi a residência de um dos irmãos – Edward, para ser mais precisa – da escritora, e que hoje, é uma biblioteca.

Ah, e eles tem disponível um tour online da casa.

(Divulgação/Chawton House – The Jane Austen House Museum)

#4 Steventon, Hampshire

Vale ressaltar que o condado de Hampshire, como um todo, é totalmente Austen-relacionado, já que a escritora nasceu nele, mais especificamente em Steventon em 16 de dezembro de 1775. E foi por lá que ela viveu os primeiros 25 anos de sua vida. Seu pai – George Austen – foi o clérigo responsável pela Church of St. Nicholas, uma construção datada do século XII que é possível de ser visitada ainda (entrada gratuita) nos dias de hoje. O túmulo de alguns membros da família Austen, como James, irmão que herdou a paróquia após o falecimento do pai, estão enterrados no terreno desta igrejinha. A casa onde viveram, porém, não existe mais.

Divulgação/Church of St. Nicholas – A Church Near You)

#5 Winchester, Hampshire

Viu como eu coloquei as aspas na palavra lar ali em cima? É porque o descanso final-final de Jane Austen foi em Winchester, não em Chawton. A escritora se mudou para a cidade com Cassandra para ficar mais próxima do seu médico, para cuidar dos problemas de saúde relacionados à doença de Addison que, reza lenda, foi a que levou a Jane a óbito aos apenas 41 anos de idade. Mas ela só acabou vivenciando dois meses na cidade. Seus restos mortais estão enterrados hoje dentro da Catedral de Winchester.

E é importante ressaltar que quando ela foi sepultada, em 1817, seu túmulo não fazia qualquer referência aos seus livros. Isso porque em vida Jane Austen assinava suas obras como “A Lady”. Seu reconhecimento foi, essencialmente, póstumo. Seu funeral contou, por exemplo, com quatro pessoas. Esse memorial mais simples pode ser visitado ainda hoje, na ala norte do templo. Em 1872, uma outra placa, de bronze e com referência aos seus livros foi colocada por sua família na parede perto de seu túmulo. Por fim, já nos anos 1900, a escritora já era reconhecida mundialmente e ganhou uma janela inteira de homenagem. Sim, existem três memoriais dentro da Catedral de Winchester para a autora.

(Divulgação/Winchester Cathedral)

#6 Lyme Park, Cheshire

E se você gostou de visitar a Pemberley de 2005, saiba que também é possível visitar a Pemberley de 1995, quer dizer, a residência que serviu de locação para a produção cinematográfica de Orgulho e Preconceito da década de 90, estrelada por Jennifer Ehle e Colin Firth. Chamada na vida real de Lyme Park, é uma imponente residência que pertenceu, no passado, à família Legh. Assim como Chatsworth House, é possível visitar tanto a casa quando os jardins (8 libras). É neste último que está localizado o lago onde Elizabeth e Mr. Darcy se encontram ao acaso.

(Divulgação/Lyme Park – National Trust)

Peak District

E as duas Pemberley(s) da vida real estão localizadas no chamado Peak District, que a própria Elizabeth Bennet visita no livro Orgulho e Preconceito com os seus tios. É uma região localizada no centro da Inglaterra que engloba partes de Derbyshire, Cheshire, Grande Manchester, Staffordshire e Yorkshire. Foi o primeiro parque nacional da Grã-Bretanha e é famoso por suas paisagens naturais.



#7 Basildon Park, Berkshire

A propriedade não é exclusiva de Orgulho e Preconceito (2005), ela também apareceu em produções como Dowton Abbey e Maria Antonieta. No filme inspirado na obra de Jane Austen, Basildon Park é Netherfield, a casa de campo de Mr. Bingley.

(Divulgação/Basildon Park – National Trust)

#8 Lyme Regis, Dorset

Localizada na Baía de Lyme, na costa do Canal da Mancha, Lyme Regis pode ser vista no filme Persuasão (2007), estrelado por Sally Hawkins. É ali que está o Cobb, o píer que Louisa Musgrove se acidentou. Lembra? E não é só isso. É muito provável que Jane Austen tenha visitado a cidade nos anos de 1803 e 1804. Especial, né? Na cidade é possível visitar também o Assembly Rooms – o salão de festas, jogos e chá da sociedade da época – e o museu da cidade, que possui pertences da família Austen.

(Divulgação/The Cobb – Visit Dorset)

#9 Box Hill, Surrey

Box Hill não foi só cenário de adaptação cinematográfica de Emma (2009), como também foi citada na obra de Jane Austen. Foi o local que o grupo escolheu para um piquenique (e colheita de morangos) e que a protagonista destratou uma das participantes, Miss Bates, o que acabou gerando tensão entre ela e todo mundo, incluindo o Mr. Knightley.

(Divulgação/Box Hill – National Trust)

#10 Wilton House, Salisbury

Essa residência foi cenário de inúmeros filmes relacionados a Jane Austen, incluindo Emma (2019), Orgulho e Preconceito (2005) e Razão e Sensibilidade (1995). Ou seja, é um tem-que-ter do roteiro, não é? E outras séries que eu acompanho também usaram Wilton House local como locação, como The Crown, Bridgerton e Outlander! Enfim, já deu para entender, né?

~(Divulgação/Wilton House – Wilton House and Emma)

#11 Stourhead Gardens, Wiltshire

Na verdade, existe uma casa para visitação neste local, chamada Stourhead House. Mãs, o único motivo que me faz colocá-la neste roteiro são os seus jardins, mas mais especificamente, o seu gazebo. Se você assistiu Orgulho e Preconceito (2005) deve se lembrar dele – e sim, é a minha versão favorita e a minha obra preferida, como você já deve ter percebido até aqui – como o local do infame pedido de casamento do Mr. Darcy, devidamente rejeitado. O gazebo tem nome: Templo de Apolo. Vale a visita, não é não?

(Divulgação/Templo de Apolo – National Trust)

E olha, ainda tem muito mais. Talvez esse roteiro tenha sido muito mais, no final das contas, em cima da criadora e da criatura Orgulho e Preconceito, já que deixei de fora muitas residências e locais relacionados a Razão e Sensibilidade e Mansfield Park, por exemplo. Perdoe-me por isso, Janeite.


Quer mais roteiros?

Esse post faz parte do Viagens por Escrito (clica aqui para ler o post do mês passado), um grupo de blogagem coletiva que, a cada mês, define um novo tema para compartilhar conteúdo de qualidade nesta grande nuvem chamada internet.

Experiência Barbara – Roteiro de 2 dias em São Bento do Sapucaí – SP

Blog Elizabeth Werneck – O que fazer em Noronha: Roteiro de 7 dias pela ilha mais bonita do Brasil

Classe Turista – O que fazer em Cunha? Um roteiro de fim de semana

Mariscando – O que fazer no Porto: roteiro de 2 dias e dicas úteis


Já segue o Voyajando no Youtube?

4 comentários

Deixe uma resposta para Elizabeth Werneck Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s